Geek

Voyager 2 se aproxima do limite do espaço interestelar

A sonda Voyager 2, a 17,7 bilhões de quilômetros da Terra, está detectando um aumento nos raios cósmicos de fora do sistema solar, uma indicação de que a espaçonave está se aproximando dos limites externos da influência do Sol e está prestes a navegar no espaço interestelar.

Nos últimos 11 anos, a Voyager 2 tem percorrido as fronteiras externas da heliosfera, uma vasta bolha protetora em torno do sistema solar moldado pelo campo magnético do Sol e povoado por partículas eletricamente carregadas sopradas pelo vento solar. A borda externa da heliosfera é conhecida como a heliopausa.

Em maio de 2012, a sonda Voyager 1 cruzou a heliopausa e se tornou a primeira espaçonave a voar fora do sistema solar. Três meses antes desse marco histórico, a Voyager 1 detectou um aumento nos raios cósmicos semelhantes ao que a Voyager 2 está experimentando agora.

Desde o final de agosto, o instrumento ‘Subsistema de Raios Cósmicos’ da Voyager 2 teve um aumento de 5% no número de raios cósmicos atingindo a espaçonave. O instrumento ‘Partícula Carregada de Baixa Energia’ da sonda detectou um aumento similar nos raios cósmicos de alta energia.

Mas a heliopausa entra e sai durante o ciclo solar de 11 anos e ainda não está claro quando a Voyager 2 finalmente cruzará a fronteira para o espaço interestelar.

“Estamos vendo uma mudança no ambiente em torno da Voyager 2, não há dúvida sobre isso”, disse o cientista do projeto Voyager, Ed Stone, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos EUA. “Vamos aprender muito nos próximos meses, mas ainda não sabemos quando chegaremos à heliopausa. Ainda não chegamos lá, isso é uma coisa que posso dizer com confiança.”


Editor

Felipe Mendes

Apaixonado por astronomia, tecnologia e jogos.


Outras notícias parecidas


Mais notícias sobre Astronomia





NASA planeja trazer material da superfície marciana à Terra

A NASA não decide apenas aleatoriamente que telescópios e satélites devem ser lançados no espaço e que planeta estudar em …



Estação espacial Chinesa foi vista no céu por astrônomo

A estação espacial Chinesa Tiangong-1, lançada em 2013 e “perdida” em 2016, está prestes a cair no planeta terra neste fim …

Sobre o Autor

Paulo Carmino