Tecnologia

WhatsApp diz que corrigiu bug de segurança de chamada de vídeo

O serviço de mensagens WhatsApp, do Facebook, informou nesta quarta-feira (10) que consertou o bug mais recente de sua plataforma, que permitia que hackers assumissem os aplicativos dos usuários quando atendiam uma chamada de vídeo recebida.

O anúncio resulta em relatórios dos sites de tecnologia ZDnet e The Register, segundo os quais a vulnerabilidade, que afeta aplicativos WhatsApp em smartphones Apple e Android, foi descoberta no final de agosto e foi corrigida pelo Facebook no início de outubro.

“Nós nos envolvemos rotineiramente com pesquisadores de segurança de todo o mundo para garantir que o WhatsApp permaneça seguro e confiável. Nós prontamente emitimos uma correção para a versão mais recente do WhatsApp para resolver este problema”, disse Ann Yeh, porta-voz do WhatsApp, à Reuters.

O WhatsApp é usado por mais de 1,2 bilhão de pessoas em todo o mundo e é uma ferramenta fundamental para comunicações e comércio em muitos países. O serviço foi adquirido pelo Facebook em 2014 por US$ 19 bilhões.

“Isso é um grande negócio”, disse Travis Ormandy, pesquisador do Google Project Zero, que descobriu o bug, no Twitter. “O simples fato de responder a uma chamada de um invasor pode comprometer completamente o WhatsApp.”

O Facebook sofreu uma série de problemas relacionados à segurança no ano passado. A empresa de mídia social divulgou na semana passada sua pior violação de segurança de todos os tempos, afetando quase 50 milhões de contas. As ações do Facebook caíram 1,8% nesta quarta-feira.


Editor

Felipe Mendes

Apaixonado por astronomia, tecnologia e jogos.


Outras notícias parecidas


Mais notícias sobre Facebook





Parlamento europeu questiona Zuckerberg por que não deveriam acabar com o Facebook

Os membros do Parlamento Europeu perguntaram a Mark Zuckerberg ontem (22) se o Facebook era um monopólio que potencialmente precisava …



Fake News: O que é e o que devemos fazer para combater?

Fake News é, provavelmente, um dos assuntos mais falados da atualidade, devido ao grande impacto que as notícias falsas criam …

Sobre o Autor

Paulo Carmino