Cidadania

Terminal de ônibus em Brasília tem horta comunitária

Qualquer espaço de terra pode ser bem aproveitado para o plantio urbano e foi o que aconteceu neste terminal de ônibus.

Existe um lugar específico para a criação de uma horta comunitária? O projeto aplicado no Terminal Interestadual Rodoviário de Brasília mostra que não. Qualquer espaço de terra pode ser bem aproveitado para o plantio urbano e foi o que aconteceu neste terminal de ônibus.

Apelidado de Terminal Viver Verde, o projeto existe desde março de 2013 e tem beneficiado 84 colaboradores que trabalham no complexo, conforme informado pelo Terra. Em entrevista ao portal, a gerente do terminal, Vera Suhett, explica que as hortaliças podem ser consumidas pelos funcionários durante o período de trabalho, mas também podem ser levadas para consumir em casa.

A direção do terminal se responsabiliza pelo fornecimento das sementes, enquanto os próprios colaboradores cuidam da manutenção. Para tornar o projeto ainda mais eficiente, os funcionários receberam instrução sobre técnicas de cultivo e também informações sobre o consumo de alimentos saudáveis.

A ideia de fazer a horta surgiu após uma poda realizada no local, em que os resíduos foram aproveitados para a produção de adubo orgânico. Hoje, o local conta com diversas espécies, entre elas alface, couve, tomate, brócolis, cheiro verde e pimenta. A água utilizada na manutenção é proveniente da chuva e o cultivo é totalmente orgânico.

“Nós percebemos que a horta tem influenciado os colaboradores na cooperação do plantio, além da divisão dos alimentos”, explica a gerente do terminal, ao portal Terra. A ideia deu tão certo, que pode ser replicada para outros terminais da região.

Redação CicloVivo