Desenvolvimento

Sistema de energia solar residencial se paga em 6 anos

Escrito por Forbiddeen

Com o aumento da energia elétrica, o retorno do investimento em sistemas fotovoltaicos está cada vez mais rápido.

Com o aumento das taxas aplicadas às cobranças por energia elétrica, o tempo necessário para ter o retorno do investimento em sistemas fotovoltaicos está cada vez menor. Em apenas 6 anos, a economia já paga toda a estrutura.

A informação é de um estudo produzido pelo site Portal Solar. De acordo com a página, em São Paulo, por exemplo, uma residência ou escritório que gaste mensalmente R$ 500 teria toda a estrutura para a produção solar instalada por R$ 39 mil. Fazendo a matemática, seriam necessários 6,5 anos para pagar todo o sistema, usando o valor da conta de luz. Em outras cidades, com taxas mais altas, o período seriam ainda menor.

Uma das principais vantagens dos painéis fotovoltaicos é a independência. Mas, aliado a isso está outro grande atrativo: a possibilidade de vender energia. Se a estrutura residencial produzir mais energia do que o necessário para o consumo próprio, é possível usar as redes de transmissão para devolver às concessionárias o excedente em troca de descontos.

O retorno financeiro mais rápido é resultado, por um lado, da infraestrutura para captação solar em média 70% mais econômica de 2008 para cá. Por outro, é também reflexo da crise hídrica, que fez a tarifa de luz subir. “Não há perspectivas de que a conta fique mais barata”, afirma Carolina Reis, diretora do Portal Solar. “Pelo contrário, tudo indica um agravamento da crise hídrica e aumento das tarifas.”

Fonte: CicloVivo

Sobre o Autor

Forbiddeen