Tecnologia

Placa solar 3D é 200% mais eficiente que modelos comuns

Escrito por Forbiddeen

A empresa norte-americana Solar3D apresentou um projeto revolucionário em termos de eficiência para placas fotovoltaicas. O maximiza a conversão da luz solar em energia elétrica e é 200% mais eficiente que os modelos tradicionais.

A empresa norte-americana Solar3D apresentou um projeto revolucionário em termos de eficiência para placas fotovoltaicas. O modelo de silício, feito em 3D, maximiza a conversão da luz solar em energia elétrica e, segundo os fabricantes, é 200% mais eficiente que os modelos tradicionais.

A tecnologia tem duas características principais: a maximização do processo de transformação dos fótons em elétrons e a angulação cuidadosamente planejada para que as células captem mais luminosidade, principalmente nas primeiras horas da manhã e no inverno, quando a incidência solar é mais baixa.

Devido à alta eficiência do sistema, o investimento é recompensado rapidamente. A Solar3D estima que seja 40% mais rápido ter o retorno do montante investido quando se opta pelo novo modelo.

Células solares convencionais tornam-se pouco eficientes quando o sol não está brilhando em uma estreita faixa de ângulos de incidência. Já as placas em 3D aproveitam a luminosidade em uma ampla gama de ângulos. As microestruturas em 3D são acondicionadas abaixo da superfície da célula, para fazer o trabalho de conversão energética.

Teoricamente, a eficiência das células de silício é de 29%. No entanto, na prática comercial, o percentual médio vária de 15 a 19%. A empresa norte-americana garante que consegue ultrapassar estes valores, chegando à eficiência interna de 25,47%.

A Solar3D já alcançou sucesso no primeiro protótipo, mas os testes continuam a ser feitos para que seja possível produzir as placas 3D em escala comercial.

Redação CicloVivo

Sobre o Autor

Forbiddeen