Geek

Google está indexando links de grupos do WhatsApp

Quem diria que links de convite para grupos de WhatsApp, que facilitam a vida de muita gente, poderiam causar dor de cabeça para seus administradores? Convites para bate-papos em grupo do mensageiro estão sendo indexados pelo Google, fazendo com que os links de convite — incluindo links para chats privados de grupo — sejam descobertos e disponíveis para quem quiser participar, de acordo com a Motherboard.

O jornalista Jordan Wildon disse no Twitter (veja o tweet abaixo) que descobriu que o recurso “Convidar via link” do WhatsApp permite que grupos sejam indexados pelo Google, disponibilizando-os na internet, já que os links estão sendo compartilhados fora do serviço de mensagens privadas seguras do WhatsApp.

Seus grupos do WhatsApp podem não ser tão seguros quanto você pensa. O recurso “Convidar via link” permite que os grupos sejam indexados pelo Google e geralmente estão disponíveis na internet. Com alguns termos de pesquisa de caracteres curinga, você pode encontrar facilmente alguns grupos… interessantes.

A
Motherboard foi capaz de encontrar grupos privados usando pesquisas específicas
do Google (e os resultados incluíram muitos grupos de compartilhamento de
pornografia). Uma vez que se juntaram a um grupo — destinado a ONGs
credenciadas pela ONU — eles tiveram acesso a todos os participantes e seus
números de telefone.

Os administradores de grupo podem invalidar um link para um chat se quiserem, mas Wildon diz que descobriu que, nessas situações, o WhatsApp apenas gera um novo link; ele não necessariamente desativa o link original. Os links do grupo de WhatsApp vêm com avisos anexados, lembrando a pessoa que gera o link para compartilhá-lo apenas com pessoas em quem confia.

Google está indexando links de grupos do WhatsApp Convite via Link
Aviso do WhatsApp ao abrir o link de convite para grupos. Foto: Tecstudio

• Veja também: Modo escuro finalmente é liberado no WhatsApp

O que dizem o WhatsApp e o Google

A porta-voz do Facebook/WhatsApp, Alison Bonny, disse em um e-mail ao The Verge que “como todo o conteúdo que é compartilhado em canais públicos pesquisáveis, links de convite que sã