Cidadania

Faculdade de Medicina troca anéis de latinha por cadeira de rodas

Na fabricação de uma cadeira de rodas são necessários 80 quilos de alumínio

Há um ano, quatro alunas da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Fase criaram a campanha “Anel de Solidariedade”. O objetivo era arrecadar anéis de lata de alumínio para serem reciclados na fabricação de cadeiras de rodas, repassadas a famílias carentes da cidade. No próximo dia 25 de junho, a ação chega à marca de uma tonelada coletada, e quatro cadeiras serão entregues, totalizando 13 enviadas pelo fabricante. Dados da empresa mostram que a FMP/Fase é a número um no Estado do Rio em arrecadação de anéis.

Na fabricação de uma cadeira de rodas são necessários 80 quilos de alumínio, ou aproximadamente 120 garrafas PET de dois litros cheias de anéis. As cadeiras vão para as quatro unidades dos Postos de Saúde da Família de Petrópolis, geridas pela FMP/Fase. Elas ficam temporariamente com uma das famílias da comunidade, retornando aos postos quando não são mais necessárias.

A aluna Patrícia Ferreira, uma das idealizadoras da campanha, comemora o sucesso do projeto. “Esperávamos conseguir uma cadeira em um ano e conseguimos 13. Crescemos como cidadãos, estudantes de Medicina e futuros médicos”, afirma.

Além de Petrópolis, a campanha de recolhimento dos anéis sensibiliza outras cidades. “Outro dia um morador de Minas Gerais veio à faculdade fazer uma doação grande de anéis de alumínio. A parceria com a empresa Frato Ferramentas, que produz as cadeiras, ajuda também na reciclagem”, completa o coordenador de Projetos e Extensão da FMP/Fase, Ricardo Tammela.

Os interessados em contribuir com a causa podem entrar em contato, através do e-mail anelsolidario@yahoo.com.br, ou entregar o material no Centro Cultural da FMP/Fase, localizado na Av. Barão do Rio Branco, 1003, no Centro de Petrópolis.