Tecnologia

Esloveno dá volta ao mundo com avião sustentável

O piloto esloveno Matevz Lenarcic queria viajar durante 75 dias em um avião ultraleve com baixo consumo de combustível. Ele planejou, arriscou e, com um pouco de atraso, conseguiu. Chegou ao fim sua viagem sustentável ao redor do mundo.

O piloto esloveno Matevz Lenarcic queria viajar durante 75 dias em um avião ultraleve com baixo consumo de combustível. Ele planejou, arriscou e, com um pouco de atraso, conseguiu. Chegou ao fim sua viagem sustentável ao redor do mundo.

Além de piloto, Lenarcic é biólogo, alpinista e adepto do voo de parapente. Ele partiu do aeroporto de Liubliana, na Eslôvenia, no dia oito de janeiro e desembarcou no mesmo local, na última quinta-feira (19). A viagem que deveria durar 75 dias, levou 101 dias até ser finalizada. "Não alcancei meu objetivo porque não ajo em função de objetivos. O que me importa é o caminho percorrido", afirmou à agência AFP.

Ele foi recebido com merecidas homenagens e prêmios oferecidos pela empresa Pipistrel Aircrafts, fabricante do avião. O percurso foi de cem mil quilômetros, passando por sete continentes, três oceanos, 120 parques nacionais, pela Antártida e pelo monte Everest.

O avião ultraleve é o Pipistrel Virus-SW914. A empresa Pipistrel Aircrafts é especializada em aeronaves leves e já ganhou um prêmio da Nasa, em 2011. A recompensa dada à aviação ecológica foi o reconhecimento do esforço da empresa por ter conseguido percorrer 200 milhas em menos de duas horas utilizando menos de um galão (3,79 litros) de combustível por ocupante.

Lenarcic considera o avião utilizado o melhor do mundo, em termos de aspecto ecológico, consumo de gasolina e valor. Com informações da Band.

Redação CicloVivo