Cidadania

Crianças agradecem a seus verdadeiros heróis: os doadores de sangue

A campanha “Dou sangue pelo Brasil” tem como objetivo convocar os brasileiros a doarem sangue.

A campanha “Dou sangue pelo Brasil”, idealizada pela The Heart Corporation, em parceria com a Johnson&Johnson, tem como objetivo convocar os brasileiros a doarem sangue. A Copa do Mundo de Futebol está chegando e a ação pretende conseguir salvar a mesma quantidade de pessoas que caberiam no Maracanã somente com doações de sangue.

De acordo com o site da campanha, cada doador é capaz de salvar até quatro vidas com apenas uma doação, um esforço muito pequeno para um resultado tão grande.

Para incentivar a ação, não existe coisa melhor do que poder ouvir as histórias de quem foi beneficiado por este ato de solidariedade. Sarah e Gabrielli são duas crianças que têm muito o que agradecer e puderam fazer isso pessoalmente. O resultado desse encontro entre heróis você vê no vídeo abaixo:

Para ser um doador de sangue é necessário estar dentro de um perfil específico, mas as restrições não são muitas. É preciso estar em bom estado de saúde, ter entre 16 e 67 anos e pesar no mínimo 50 quilos. Além disso, existem situações que impedem definitivamente as doações, como hepatite, malária, doenças infecciosas (HIV, HTLV e Doença de Chagas). Entre os impedimentos temporários estão: gravidez, tatuagem, amamentação, risco de doenças sexualmente transmissíveis, entre outras coisas.

Ainda aproveitando que a Copa está próxima, a campanha conta com o Ônibus do Carinho, que passará por todas as cidades-sede convocando os brasileiros a entrarem em campo e se juntarem a esse time de doadores e heróis. 

Conheça mais histórias inspiradoras no site Razões para Acreditar.

Redação CicloVivo