Geek

confira TODOS os Crashes da moeda ao longo dos anos

Escrito por Paulo Carmino
[ad_1]

Todos sabem que o Bitcoin e as demais criptomoedas são extremamente voláteis, e podem ganhar ou perder valor em algumas horas. Somente no início de 2018, o Bitcoin perdeu mais da metade do seu valor nominal – 55%, caindo de US$ 19.000 para US$ 8.500. Qualquer declaração de proibição em um país, como aconteceu na índia, em 1º de fevereiro, pode interferir na moeda. Porém, sabemos que o seu histórico é de altos e baixos, portanto vamos mostrar aqui todos os Crashes da moeda, para que você tenha conhecimento.

Se acontecer de mais países proibirem a moeda, como os Estados Unidos e a China, por exemplo, poderemos assistir uma grande queda do Bitcoin. Uma outra situação que tem influenciado consideravelmente, é que muitos participantes do Bitcoin tem migrado para outras altcoins, como o Bitcoin Cash, Ethereum, Monero, MIOTA, entre outras. Atualmente, são mais de 1.300 altcoins disponíveis.

Desde a criação do Bitcoin, por Satoshi Nakamoto, tivemos grandes Crashes na moeda, cujo histórico você pode consultar logo abaixo, extraído de uma postagem no Reddit. Aparentemente, tivemos a sensação que o Bitcoin havia “morrido” em várias oportunidades. Confira!

Bitcoin – Crashes

  • 94% Junho Novembro 2011 de $32 para $2
  • 36% Junho 2012 de $7 para $4
  • 79% Abril 2013 de $266 para $54
  • 87% de $1166 para $170 Novembro 2013 para Janeiro 2015
  • 49% fevereiro 2014
  • 40% setembro 2017 de $5k para $2972
  • 55% Janeiro 2018 de $19000 para 8500

Mesmo diante de tanta instabilidade, será que este é o momento de investir?

Quem se arrisca em investir no mercado de criptomoedas, não se importa com os Crashes. A queda faz parte do jogo. Se a moeda sempre apenas valorizasse positivamente que seria estranho. Muito provavelmente, a criptomoeda está em uma fase de especulação. Tivemos uma corrida por Bitcoins, mas na primeira grande queda da moeda, as pessoas começaram a vender desesperadamente. É muito mais uma reação do mercado do que uma desvalorização do ativo.

Entretanto, depende do perfil do investidor. Se você é mais conservador, fuja das criptomoedas. Caso você tenda a mais arrojado, pode começar a pensar nessa alternativa, com uma quantia que não vá fazer falta para você.

Via Reddit

[ad_2]

Sobre o Autor

Paulo Carmino