Desenvolvimento

Cientistas belgas transformam urina em cerveja

Imagine se, após vários copos de cerveja, quando dá aquela vontade de fazer xixi, você estivesse simplesmente produzindo matéria-prima para mais cerveja. Esse deve ser o sonho de muitas pessoas. No que depender dos cientistas da Universidade de Ghent, na Bélgica, isso pode se tornar realidade.

Através de um dispositivo movido a energia solar, os pesquisadores conseguiram criam um sistema que purifica a urina, transformando-a em água potável e fertilizantes naturais.

Já existem tecnologias capazes de purificar urina, mas os belgas garantem que este é o sistema mais eficiente, por sua simplicidade e pelo fato de ser movido a energia solar. O equipamento funciona da seguinte forma: um dispositivo coleta a urina e a armazena em um grande tanque. O material é aquecido em uma caldeira e passa por uma membrana que separa a água de outros nutrientes, como: potássio, azoto e fósforo.

O primeiro teste do funcionando desta tecnologia em larga escala aconteceu recentemente durante um festival de música e arte realizado no centro de Ghent. Foram dez dias de festa, após os quais os cientistas conseguiram coletar mil litros de água apenas a partir da urina dos participantes. O recurso gerado será utilizado para a fabricação de uma das bebidas mais amadas na Bélgica e em quase todo o mundo: a cerveja.

Para os pesquisadores o sucesso do teste prova que o dispositivo poderia ser muito útil em locais isolados que não possuem saneamento básico ou distribuição de água e também pode ser eficiente em espaços públicos e grandes eventos.

(1)