PET

Tutora deixa cão em hotel para animais e na volta o encontra morto

Escrito por Escobar Dog

Os hotéis para animais oferecem um serviço que ajuda bastante tutores que vão se ausentar de casa por alguns dias e não têm com quem deixar o animal e nem como levá-lo junto.

Foi justamente isso que a família da advogada Patrícia Araújo Barbosa, de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife, pensou quando procurou um hotel de cachorros para deixar seu o Beagle de um ano e quatro meses chamado Kadu durante o feriado de Tiradentes, quando iriam viajar.

O cão foi deixado em um hotel para cães e três dias depois foi encontrado morto. (Foto: Reprodução / Facebook Patrícia Araújo Barbosa)

Após muita pesquisa e conversa com amigos, Patrícia resolveu deixar Kadu Hotelzinho Caninos Adestramento. Porém, apesar das ótimas indicações, na volta da viagem a tutora encontrou seu cachorro morto.

“Fizemos pesquisa e pegamos referências do hotelzinho, se imaginássemos que iria acontecer um absurdo desse, nem teria viajado mais. Foi a primeira vez que me afastei de Kadu. A empresa foi recomendada por muitos criadores de animais e decidimos confiar, depois de muita pesquisa”, lamentou a tutora contando ainda que só deixou o animal no hotel porque local onde foi passar o fim de semana não aceitava animais.

Kadu foi deixado no hotel na quinta-feira, véspera do feriado, e Patrícia iria buscá-lo no final da tarde de domingo. Para que a tutora conseguisse pegar o animal antes da segunda-feira, os proprietários da empresa combinaram com ela de buscar o cão na casa do adestrador e filho do dono do hotelzinho.

De acordo com Patrícia, essa oferta de pegar o cachorro na casa do filho do proprietário do hotel partiu deles mesmos. Porém, ao chegar na residência para receber Kadu, o cão estava morto.

Patrícia, que utilizou as redes sociais para desabafar sobre o caso, contou que o animal estava preso pelo pescoço com uma corrente de ferro, diferente da coleira acolchoada e importada deixada com o cão, e em uma área externa juntamente com três outros cachorros de porte grande.

A tutora fez um desabafo em sua página no Facebook.
(Foto: Reprodução / Facebook Patrícia Araújo Barbosa)

Apesar de ainda não se saber ao certo a causa da morte de Kadu, o proprietário do Hotelzinho Caninos Adestramento se comprometeu em pagar as despesas do funeral, lamentou a morte do cão e disse que o caso foi “Foi uma fatalidade, não irresponsabilidade ou negligência”.

Ainda segundo o proprietário, os três cachorros que estavam junto de Kadu eram adestrados e já tinham convivido com filhotes de gato. “Apesar de serem grandes, eram adestrados e nunca deram problema, mesmo na presença de gatos”.

A tutora de Kadu pediu uma necropsia do corpo do animal para saber qual a causa exata da morte do cão e está aguardando a divulgação do laudo para acionar a justiça.

Fonte: Diário de Pernambuco


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog