Tecnologia

Tumblr vai banir todo o seu conteúdo pornográfico

O Tumblr anunciou que proibirá permanentemente todo o conteúdo adulto de sua plataforma a partir do dia 17 de dezembro, erradicando da comunidade todas as publicações relacionadas à pornografia. A proibição inclui conteúdo sexual explícito e nudez com algumas exceções, disse a companhia ao site The Verge .

O anúncio da nova política surge poucos dias depois que o Tumblr foi removido da App Store, por causa de um incidente de pornografia infantil. “O conteúdo adulto não será mais permitido aqui”, afirmou a empresa em um post publicado nesta segunda-feira.

“A partir de 17 de dezembro, todo o conteúdo adulto não será mais permitido no Tumblr, independentemente de quantos anos você tem. Você pode ler mais sobre quais tipos de conteúdo não são permitidos no Tumblr em nossas Diretrizes da comunidade.”

Disse a companhia em trecho publicado em seu blog oficial.

Conteúdos já começaram a ser notificados

Alguns conteúdos enviados à plataforma já começaram a ser notificados sobre a mudança e possível remoção. Entretanto, alguns desses conteúdos nada tem haver com pornografia, como relatou alguns usuários no twitter.

Na publicação acima, imagens com desenhos gráficos foram notificados sobre a remoção por conter conteúdo explícito. 

Em nota, o Tumblr afirmou que ferramentas automatizadas estão trabalhando para conter os conteúdos pornográficos. Portanto, casos como o do usuário acima podem acontecer até que a plataforma consiga formular corretamente o que deve ou não ser notificado por seus algoritmos.

A decisão da rede foi criticada e elogiada por muitos usuários na internet. Nas críticas, algumas pessoas alegam que o conteúdo adulto deveria ser liberado para pessoas com 18 anos ou mais. Por outro lado, usuários discordam e afirmam que a rede social vai além desse tipo de conteúdo e precisa manter o controle para que não se transforme em um ambiente tóxico e pornográfico.


Editor

Felipe Victor

Apaixonado por tecnologia e todas as suas atribuições ao conhecimento e desenvolvimento humano.


Mais notícias sobre Tecnologia

Sobre o Autor

Paulo Carmino