Meio Ambiente

Projeto recompõe Mata Atlântica com ajuda de internautas

Com cartão árvore e plataforma online, a “Primeira floresta real do mundo virtual” permite o plantio de mudas para recuperar o bioma mais ameaçado do Brasil.

O Cartão Árvore é mais novo projeto da ONG SOS Mata Atlântica. Lançado na última segunda-feira (21), trata-se de um sistema de plantio de árvores para interessados em restaurar e proteger os ambientes degradados da Mata Atlântica. O projeto integra o “Programa Florestas do Futuro”, que desde 2003 já plantou mais de cinco milhões de árvores – o que corresponde a 3,6 mil campos de futebol.

Para ajudar, os internautas devem adquirir um Cartão Árvore, no valor de R$ 25,00, neste site. Uma muda de árvore será plantada para cada unidade comprada. Além disso, será possível também plantar uma árvore virtual e criar uma floresta pessoal em um jogo online ao mesmo tempo em que acompanha o plantio real da sua árvore no site.

Nesse sistema, a ONG ainda poderá acompanhar os lotes onde foram plantadas as mudas. O usuário recebe um número por e-mail com a identificação auditada do lote, nome da fazenda e município. Dessa forma, ele também vê pelo site todo o processo de plantio por meio do registro de fotos da área.

Após o cadastro, doação e ativação no site, o usuário também receberá por e-mail um número da sorte para concorrer a um prêmio de R$ 10 mil por 48 semanas, pela Loteria Federal do Brasil. Os ganhadores serão divulgados na página da campanha

“A área original que resta de Mata Atlântica é de apenas 8,5%. É o bioma mais ameaçado do Brasil. Com essa ação, pretendemos incentivar as pessoas a nos ajudar a recuperar parte dessa floresta. O Cartão Árvore é também uma forma fácil e eficiente de as pessoas compensarem seu consumo e a emissão de CO2”, ressalta Mario Mantovani, diretor de Políticas Públicas da SOS Mata Atlântica.

O Cartão Árvore e a Floresta Online também foram desenvolvidos pensando nas empresas e instituições. A ideia é que as companhias incentivem de maneira prática e divertida que seus clientes e colaboradores façam o mesmo. “Imaginamos em breve criar florestas para empresas, times de futebol, associações e clubes”, reforça Mantovani.

O usuário também tem a opção de se tornar um filiado da SOS Mata Atlântica e ajudar a manter os programas da ONG.