PET

Projeto apresentado por deputado prevê que animais de estimação possam entrar em repartições públicas de MG

Escrito por Escobar Dog

Uma semana depois de ser impedido de trabalhar com seu cachorro da raça Golden Retriever em seu gabinete na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o deputado estadual Noraldino Junior (PSC) apresentou um projeto que prevê que animais de estimação possam entrar em repartições públicas de todo o Estado.

Protocolado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, projeto de lei determina que todas as repartições públicas do Estado, e também todos os locais onde funcionam os órgãos públicos estaduais, aceitem a entrada e permanência de cães e gatos de grande e pequeno porte.

A proposta conta com algumas regras para que os animais sejam aceitos dentro destes locais, o animal precisar estar de coleira e guia e seu condutor precisa ser maior de 18 anos e ter força física para controlar os movimentos do animal dentro do estabelecimento.

Além disso, o condutor do animal será ainda completamente responsável pela higiene e alimentação do pet por todo o tempo em que estiverem dentro das repartições públicas.

Deputado apresentou a proposta uma semana depois de ter sido impedido de trabalhar com seu cão dentro de seu gabinete na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. (Foto: Reprodução / Diário de Pernambuco / Noraldino Junior)

Ainda segundo o projeto de lei, a administração de cada local terá a liberdade de regulamentar as regras para permanência dos animais.

Como justificativa para a proposta, o deputado, que presidiu Comissão Extraordinária de Proteção dos Animais na Assembleia, diz que “bichos de estimação no local de trabalho proporcionam integração, alegria, descontração e, consequentemente, a diminuição do estresse”. Noraldino também alegou que os animais sofrem com ansiedade de separação ao ficar longe dos tutores.

De acordo com o deputado, caso aprovada, a lei permitirá que os frequentadores destes locais também possam entrar com seus animais de estimação. “O projeto não é só dele (o cachorro Dino). Tem muita gente que tem animal e tem a dificuldade com relação ao trabalho e a entrar em alguma repartição pública”, afirmou Noraldino.

Ainda segundo o deputado Noraldino, ele não vê nenhum problema em animais puderem entrar em repartições que não sejam hospitais junto com seus tutores.


Fonte: Diário de Pernambuco


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog