Negócios

Novas propostas de investimentos se consolidam no Paraguai

O atual contexto econômico do Paraguai apresenta boas oportunidades para quem está interessado em apostar no setor agropecuário. O país é um dos mais indicados para este tipo de investimento.

Os principais indicadores apontam um aceleramento da economia nos primeiros meses do segundo quadrimestre de 2016. O PIB deve crescer 3% este ano e 4% em 2017. A inflação está dentro do patamar estabelecido pelo banco central (4,5%).

O Indicador Mensal da Atividade Econômica do Paraguai (Imaep) teve um crescimento anual de 5,3% no mês de maio, após registrar 6,6% em abril. Nos cinco primeiros meses do ano, este índice subiu 3,2% na comparação com o mesmo período de 2015. Vale destacar o desempenho sólido dos setores da construção e da carne, este motivado pela abertura de novos mercados na Ásia.

Fernando García Koch, diretor da Latam Farms.  (Divulgação)
Fernando García Koch, diretor da Latam Farms. (Divulgação)

Este contexto promissor colaborou muito para a criação de negócios de alta rentabilidade no país. A Latam Farms é uma das empresas pioneiras na promoção de investimentos a médio e longo prazo, com baixo risco e bons retornos no setor agropecuário. Após a compra de terras a preços competitivos, os proprietários investem nas áreas, tornando-as produtivas. Quando já estão valorizadas, elas são vendidas por valores que correspondem a seus novos níveis de produtividade.

No segundo semestre de 2015, a Latam Farms selecionou as áreas, e em 2016 começou a convocar os investidores, chegando ao total de US$ 7 milhões para a compra e início da produção em uma área de 8 mil hectares na região do Chaco paraguaio, ao norte do país, nas fronteiras com o Brasil (via Mato Grosso do Sul), Bolívia e Argentina. No momento, 70% do total de investidores já se cadastraram.

O sucesso deste primeiro projeto – o Latam Farms 001 – motivou a criação do Latam Farms 002 em 2017, em que a ideia é duplicar a superfície adquirida. “O maior atrativo é o modelo de negócios e a chance de adquirir terras e insumos a preços muito competitivos em um país extremamente estável”, afirma Fernando García Koch, diretor da Latam Farms.  

Investir em terras agrícolas é uma excelente forma de diversificar o capital em um dos setores mais visados pelos investidores. Comprar áreas férteis pode até ser uma novidade para quem não está familiarizado com o setor agropecuário e/ou não possui capital suficiente para investir individualmente, mas esta prática hoje faz parte da tendência de investimentos coletivos.

 

Share Button