Autos

Nova Fiat Ducato 2017 – Utilitário deve lançado no país em breve

Escrito por Fernando Luis

Demorou mas finalmente a Fiat deve lançar no Brasil a nova geração do utilitário Ducato. O modelo que há mais de uma década segue sem mudanças, teve sua produção nacional encerrada em dezembro de 2016. Com isso nos próximos meses, após o fim do estoque remanescente nas revendas, a marca deve começar a importar do México, a Nova Ducato, que verdade seja dita não é tão nova assim, trata-se da segunda geração da van lançada na Europa em 2006 e o seu último facelift ocorreu em 2014.

O furgão rival de modelos, como Renault Master, Mercedes Sprinter e Iveco Daily, começou a ser vendido por aqui em 1998, e desde então, segue sem mudanças significativas. O Ducato brasileiro era produzido até então, na planta da Iveco em Sete Lagoas (MG).

Oficialmente a Fiat, não confirma o lançamento da Nova Ducato no país, a marca apenas se resumiu a afirmar que não desistiu do produto – Ducato, e que o utilitário deve vir de outro lugar, atualmente, além do México, o furgão também é produzido na Itália. Seja como for, a segunda geração representa um salto e tanto em relação ao primeiro modelo, o carro traz design arrojado, além de interior mais sofisticado, com direito a mimos, como sistema multimídia e sistema de som com Bluetooth, além de volante multifuncional.

nova ducato 2017

O modelo 2017 produzido no México conta com duas opções de motores, diesel, 2.3L MultiJet de 127 CV e 3.0L de 180 CV. Provavelmente assim como o modelo atual, a Nova Ducato 2017, deve ser oferecido nas configuração Cargo e Passageiro.

nova fiat ducato 2017 passageiro
Nova Ducato 2017 na versão passageiro

Apesar da idade avançada do utilitário da Fiat, o modelo antigo continuava tendo um bom volume de vendas no Brasil, no último ano até novembro foram comercializados 2.7 mil exemplares, número que lhe deixa o segundo lugar de vendas, na categoria furgão, atrás apenas da Renault Master. Porém assim como os rivais e todo o mercado automotivo, o modelo sofreu com a recessão na economia, em relação a 2015, as vendas caíram 60%.

Durante mais de um ano, a Fiat testou a Nova Ducato, mas achou que o investimento necessário, não compensava frente a procura do mercado.

Fonte: Quatro Rodas 

Créditos : Autos24h

Sobre o Autor

Fernando Luis