Autos

Nova atualização chegando? Volkswagen confirma ainda este ano.

Escrito por Fernando Luis

Facelift do Golf chega este ano ao Brasil, mas só depois do lançamento do novo Polo

por Michelle Ferreira


A Volkswagen confirmou: o Golf nacional vai seguir os passos do irmão europeu e será reestilizado até o final deste ano. Foi o que afirmou David Powels, presidente e CEO da Volkswagen do Brasil, durante o Salão de Buenos Aires, na Argentina. O executivo, no entanto, não deu mais detalhes sobre a atualização – se será apenas um tapinha no visual ou se o hatch adotará inovações como o novo motor 1.5 TSI, pouco provável, ou uma central multimídia ainda mais tecnológica.

Mas Powels foi categórico em afirmar, para a nossa decepção, que o Golf R, exibido no evento, não está nos planos para o mercado brasileiro, apenas no argentino. A versão mais extrema do hatch possui mais de 300 cv e é ainda mais nervosa que o queridinho GTI. “Não tem mercado para o Golf R. A Volkswagen está começando uma fase nos próximos 6 meses. Vamos renovar a nossa linha inteira nos próximos 3 anos. Depois do lançamento do novo Polo, virá o sedã Virtus com um preço muito menor que o Jetta. Ainda lançaremos um SUV pequeno, que também será produzido no Paraná”, afirmou o executivo.

Novo Polo

No momento, o foco da Volkswagen não está no Golf, mas sim na nova geração do Polo, que deve ter mais detalhes revelados ainda este mês, antes de seu lançamento mundial em setembro. O modelo volta ao mercado brasileiro em outubro feito sobre a plataforma MQB A0, que dará origem a um sedã, o tão falando Virtus, e a um SUV compacto, o T-Cross. O primeiro será lançado no começo do ano que vem, enquanto o segundo está programado apenas para 2019.

E como fica a linha de produtos com a chegada do Polo? Segundo Powels, nenhum modelo atualmente vendido no mercado nacional será aposentado. O Gol foi rebaixado a carro de entrada e o Fox será reposicionado, mas nenhum dos dois sairá de linha. “Vamos continuar com Up!, Gol e Fox. Teremos espaço para todos esses carros nos próximos anos. A ideia não é aposentar nenhum”


 

Fonte: AutoEsporte

Créditos : Autos24h

Sobre o Autor

Fernando Luis