PET

Mais um cachorro invade linha do trem do Metrô de São Paulo

Na última quarta-feira, dia 8 de fevereiro, nós falamos aqui sobre o caos que tomou conta das principais linhas do Metrô de São Paulo quando um cão entrou e ficou andando pela linha dos trens.

Acontece que na sexta-feira, dia 10 de fevereiro, o incidente se repetiu. A Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo foi fortemente afetada depois que o cachorro foi visto na altura da estação Carrão andando pelos trilhos.

O cão correu entre as estações Belém e Penha. (Foto: Reprodução / TV Globo)

Os trens da linha passaram a ter sua velocidade reduzida enquanto funcionários e seguranças do Metrô tentavam fazer o resgate do animal, que corria muito, parecendo estar bastante assustado.

Enquanto isso, as estações seguiam cheias e as plataformas lotadas devido ao atraso nos trens que o fato causou, principalmente por ter acontecido às 7h45, horário de muito movimento no Metrô.

Com medo, o cão correu bastante pelos trilhos e se escondia debaixo do vão da plataforma, ao lado dos trilhos. Para não ser resgatado. 15 funcionários do Metrô participaram da operação de resgate, que foi bastante demorada.

Após ser resgatado, o cachorro foi levado exausto para uma clínica veterinária. (Foto: Reprodução / TV Globo)

Após o resgate, o cão, que deu bastante trabalho para ser imobilizado, foi encaminhado para uma clínica veterinária no Tatuapé conveniada ao SUS da Prefeitura de São Paulo e que presta sérvio gratuito à população. Segundo o veterinário que atendeu o animal, ele correu por cerca de 7 km.

Por conta da distância que percorreu e da situação de estresse pela qual passou, o cão chegou à clínica bastante irritado, agressivo e exausto, não apresentava nenhum ferimento, mas estava com dor.

O animal foi medicado e, até as últimas informações divulgadas, estava bem.

 

Fonte: G1


Notícias sobre Pets