PET

Linguagem corporal dos gatos

Escrito por Escobar Dog

Formas de comunicação do gatinho

Os Felis catus usam várias ferramentas para se comunicar com os seus pares e outros membros do reino animal, incluindo os seres humanos. Entre eles, os miados, o ronronar, sibilos e outros sons.

Porém eles também se expressam através de diferentes partes do corpo. Usando, por exemplo:

  • Rabo
  • Orelhas
  • Olhos
  • Bigodes

Porém a postura corporal também fornece informações sobre situações específicas. Assim eles vão arquear as costas e ficar com o pelo eriçado caso se sintam em perigo. Neste caso, podem atacar ou fugir. Mas, se eles ficam de barriga para cima, estão mostrando que confiam em você. Ainda que nem sempre gostem de ter a barriga acariciada, pois esta área é sensível demais.

Além dos miados, ronronados e outros sinais sonoros, a linguagem corporal dos gatos ajuda humanos atentos a interpretarem suas mensagens.

Leia também: A linguagem corporal do seu cachorro

A cauda diz muito sobre os gatos

Se a cauda do cão é famosa por ser sua forma de expressão mais conhecida, a cauda felina também ajuda a enriquecer a linguagem corporal dos felinos. Veja:

  • Levantada, bem vertical: o gatinho está feliz. Ele também usa isso como uma saudação.
  • Eriçada e “inflada”: É possível que ataque para se defender.
  • Abaixada: Preocupação ou apatia.
  • Entre as pernas: Assustado.
  • Com movimentos lentos: O gato está focado em alguma coisa.
  • Com movimentos suaves: alegria e/ou vontade de brincar.
  • Se movendo de um lado para outro: o gatinho está chateado e pode morder ou arranhar.
  • Rígida e vertical, mas com a ponta dobrada para o lado: curiosidade e interesse.
  • Rígida com a ponta se movendo: sinal de irritabilidade.

Mais detalhes da linguagem corporal dos gatos

Os Felis catus também usam muito as orelhas, bigodes e olhos para se expressar. A saber:

  • Alegre: orelhas eretas, bigodes relaxados, olhos com expressão serena e pupilas dilatadas em relação à luz ambiente.
  • Irritado: orelhas para trás, bigodes para a frente e olhos com pupilas fechadas.
  • Com medo: orelhas abaixadas e de lado, bigodes retraídos e pupilas dilatadas. Se o animal ficar agressivo ou em estado de defesa, abrirá a boca e mostrará os dentes.
  • À espreita: orelhas eretas, bigodes para a frente e pupilas dilatadas.
  • Descontraído: orelhas levantadas e olhos meio fechados. Se o gato estiver feliz, prestes a adormecer, certamente ronronará se você acariciá-lo.
Expressões dos gatos

Por outro lado, durante uma briga com outro animal, eles levantarão a cabeça se sentirem-se confiantes e a abaixarão se se sentirem acuados ou temerosos.

Saiba mais sobre a comunicação felina: seu gato fala 

Noções básicas sobre o Felis catus

Com tudo isso dito, como ainda podemos dizer que os gatos são indiferentes? Que humano nunca foi recebido com uma festinha dessas belas criaturas ao voltar para casa? Os donos de gatos sabem que eles sempre vêm nos receber com alegria, do jeitinho deles (principalmente, se estivermos trazendo petiscos e ração da rua).

Os gatinhos correm em direção a seus ‘donos’ com a cauda levantada, enquanto emitem seus ‘miaus’ de boas-vindas e se esfregam nas pernas, dando cabeçadas ou mordiscando suavemente o recém-chegado.

É uma espécie de comunicação que tem pouco a ver com a sua reputação de reservados e pouco expressivos, não é? Nós devemos aprender a interpretar suas diferentes mensagens combinadas com seus sinais corporais e sonoros e o contexto em que se encontram.

E talvez, os gatos, graças à sua capacidade intuitiva e à sua grande inteligência, se mostrem indiferentes àquelas pessoas que sabem que não os amam ou não prestam atenção neles. Como se diz no sul do Brasil, eles não gostam de “gastar pólvora com chimangos“.


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog