Meio Ambiente

Governo de SP inicia primeira restauração ecológica no Sistema Cantareira

O Programa Nascentes irá restaurar, inicialmente, 20 mil hectares de mata ciliar.

O Governo do Estado de São Paulo deu um passo importante na recuperação dos mananciais. Na última semana foi iniciado o plantio de mudas de espécies nativas em área ciliar degradada, no Sítio Beira Rio, no município de Piracaia. A ação marca o começo do primeiro projeto de restauração ecológica aprovado no âmbito do Programa Nascentes, o "Projeto Piracaia I".

Nesta primeira fase, serão efetivados plantios de mudas em 10,22 hectares de áreas ciliares em seis propriedades rurais, nas proximidades da Represa da Cachoeira, que é um dos quatro grandes reservatórios do Sistema Cantareira. A cidade de Piracaia está situada na Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba/Capivari/Jundiaí (Bacia PCJ).

O Nascentes é um programa do Governo do Estado, envolvendo nove Secretarias de Estado, cuja meta inicial é restaurar 20 mil hectares de matas ciliares e proteger seis mil quilômetros de cursos d´água, por meio do direcionamento de investimentos públicos e privados. Isso será possível por meio de um arranjo no qual empresas financiam projetos de restauração para compensar passivos ambientais. As ações iniciais são voltadas às bacias hidrográficas do Alto Tietê, Paraíba do Sul e Piracicaba-Capivari-Jundiaí, regiões que concentram mais de 30 milhões de habitantes.

Sítio Beira Rio

O Sítio Beira Rio está localizado na Estrada Municipal Franco Montoro, a cerca de três quilômetros de distância do centro de Piracaia. O plantio de mudas ocorrerá às margens do Rio Cachoeira. Os recursos para o custeio do Projeto Piracaia I são provenientes de pagamento de passivo ambiental, da ordem de R$ 35 mil por hectare.