PET

Estudo diz que é provável que a maioria das pessoas consiga entender o “cachorrês”

Escrito por Escobar Dog

Confesse, você já se pegou várias vezes conversando com o seu cachorro. E pelo menos alguma dessas vezes foi tentando imitar os seus latidos do animal, querendo falar o “cachorrês”, o que seria a língua dos cães.

Já foi comprovado que os cães conseguem entender o que estamos passando para eles através de palavras, seja pela nossa entonação ou pela forma como falamos.

Os cães usam os latidos e rosnados para expressar várias coisas diferentes. (Foto: Reprodução / Psychology Today)

Agora, um estudo realizado na Hungria está mostrando que, nós até podemos não falar o “cachorrês”, porém, a maioria dos seres humanos provavelmente consegue entender o que os cães estão “falando”, ou dizer através de latidos.

De acordo com informações, os pesquisadores responsáveis pelo estudo procuravam saber como os seres humanos entendem a linguagem dos cachorros.

Algumas pessoas sentem medo de todos os latidos vindos de cães, porém os cachorros usam seus latidos para se comunicar e expressar várias coisas diferentes, como ameaça, alegria e até medo.

Pesquisadores fizeram um estudo para saber se os seres humanos são capazes de entender os diferentes latidos dos cães. (Foto: Reprodução / YouTube gardea23)

Para saber se de fato nós somos capazes de entender e identificar o que os cães estão querendo nos dizer, os pesquisadores testaram 40 voluntários, que ouviram três tipos diferentes de latidos de 18 cães diferentes.

Os voluntários ouviram gravações de rosnados agressivos (usados ​​enquanto protegiam os alimentos), rosnados usados ​​em exposições de ameaças e latidos divertidos, mas não receberam nenhuma explicação sobre que tipo de latido se tratava cada um.

Depois de ouvir os rosnados e latidos, os voluntários tinham que dizer de que categoria eles eram, se de ameaça, medo ou alegria.

Segundo a pesquisa, a maioria das pessoas é capaz de entender o que os cães estão tentando comunicar. (Foto: Reprodução / Daily Mail / Jetta Productions)

Após reunirem as respostas, os pesquisadores constataram que os voluntários acertaram as categorias dos latidos 63% das vezes. Quando separados, as mulheres tiveram um acerto de 65%.

Apesar da pesquisa não ter números perfeitos, o estudo mostrou que a maioria das pessoas, independente de conviverem com cachorros ou não, tem a capacidade de entender o que os cães estão tentando comunicar com sua própria linguagem.

Fonte: People


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog