Vida Sustentável

Escocesa de 9 anos cria blog e consegue melhorar merenda escolar

Escrito por Forbiddeen

Muitos alunos reclamam da merenda escolar, uma menina escocesa de nove anos resolveu fazer mais: criou um blog de crítica aos alimentos oferecidos. Foi assim que a garota, Martha Payne, conseguiu melhorar o cardápio de seu colégio.

Muitos alunos reclamam da merenda escolar, uma menina escocesa de nove anos resolveu fazer mais: criou um blog de crítica aos alimentos oferecidos. Foi assim que a garota, Martha Payne, conseguiu melhorar o cardápio de seu colégio.

Ela diariamente fotografava seus lanches com a permissão da escola. Posteriormente, postava as fotos em seu blog "Never seconds". O espaço é dedicado aos comentários e notas sobre a comida.

As críticas dirigidas ao cardápio não eram à toa, de fato a comida servida não tinha muita qualidade. Isto foi percebido pelo conselho municipal de Argyll, na Escócia, que se pronunciou sobre o assunto após a repercussão do blog. O órgão compareceu à escola para fazer uma vistoria e, consequentemente, o lanche melhorou.

No espaço do blog, a garota avalia a comida a partir dos seguintes critérios: qualidade da comida, a quantidade de "garfadas" em uma porção e o número de fios de cabelo encontrados.

As refeições chegavam às crianças muitas vezes em porções pequenas, o que já gerava reclamações. O pior mesmo era a qualidade: pizza, hambúrgueres, frituras, poucas verduras e nenhuma fruta.

O blog teve mais de um milhão de acessos. Além do destaque por mérito próprio, a iniciativa ainda ganhou o apoio do chef de cozinha Jamie Oliver que tuitou o assunto em sua rede. Ele é muito conhecido no Reino Unido por seu trabalho em mudar os hábitos alimentares nas escolas britânicas e, mais ainda, por já ter tido diversos programas culinárias na televisão.

Oliver soube do blog através dos próprios internautas que falaram para ele sobre o projeto. Ele até mandou uma mensagem através de seu perfil na rede social, Twitter. "Blog chocante, mas inspirador. Continue! Com amor, Jamie".

O "Never seconds" foi divulgado por Dave Payne, pai da garota, em seu perfil de Twitter. Em um mês de existência contabiliza cerca de 1,2 milhão de visitantes.

"Para ela, as fotos eram completamente normais. Para mim, foram chocantes, terríveis. Quase tão chocante quanto isso era o fato de que as crianças achavam aquela comida normal. Ela reclamava um pouco em casa, mas eu não dei muita atenção", disse.

O blog também começou por incentivo de seu pai. Martha teve que fazer um texto "jornalístico" para a escola e gostou da experiência. Então, o pai da garota, Dave Payne, disse que um blog seria uma boa ideia. A partir daí, ela começou a postar as fotos fazendo seus comentários. "A coisa boa deste blog é que meu pai entende por que eu estou com fome quando chego em casa", disse a garota em um dos posts.

Quando as autoridades compareceram ao colégio acompanhados de jornalistas, a comida, por questões óbvias, era diferente. Um dos representantes chegou a dizer que a garota é que não sabia escolher os alimentos corretos, o pai rebateu “ela escolhe tudo o que pode todos os dias".

Outro problema é a quantidade. Frequentemente, Martha ficava com fome, pois não comia o suficiente. Após a repercussão, isso mudou. Hoje as crianças têm direito a porções ilimitadas e ainda podem repetir o prato. Novos alimentos também foram incluídos no cardápio. A garota disse que no dia da visita ainda lhe perguntaram, pela primeira vez: “É o suficiente para você?”.

Espera-se que a melhora seja contínua mesmo após os holofotes se apagarem e o caso ser esquecido pela mídia. Assim como aconteceu na Escócia, é comum as escolas públicas de o Brasil oferecerem merendas incompletas, no valor nutritivo, e que, às vezes, não são suficientes para alimentar todos os alunos. Com informações da BBC.

Redação CicloVivo

Sobre o Autor

Forbiddeen