PET

Diferenças entre camelos e dromedários

O camelo tem uma ou duas corcundas? Esta é a pergunta que muitos fazem quando falam de um camelo, ou dromedário, numa conversa. A semelhança entre os dois animais é assombrosa, mas qual é qual? Para desvendar esse mistério, apresentaremos as diferenças entre camelos e dromedários.

Diferenças entre camelos e dromedários

Embora você possa pensar que esses animais eram utilizados apenas na antiguidade, ainda há muitos lugares que os utilizam como meio de transporte, talvez pela dificuldade de terreno ou por outras causas.

À primeira vista, eles parecem iguais. Isto é algo irônico, levando em conta que são animais que estão conosco durante toda a história da humanidade. Portanto, hoje vamos aprender suas diferenças.

Sem dúvida, a principal diferença entre camelos e dromedários é a corcunda!

Como dissemos antes, a primeira pergunta que surge sobre esses animais é sobre quantas corcundas eles têm. Bem, isso é fácil. O camelo tem uma corcunda, enquanto que o dromedário tem duas.

Havia uma ideia muito disseminada que afirmava que a corcunda era utilizada como reservatório de água, motivo pelo qual podiam caminhar por horas sem beber nada. No entanto, foi comprovado que essa crença é falsa.

A corcunda desses animais é uma protuberância característica de seu físico e nada tem a ver com lendas.

Camelo no deserto

Eles vêm de lugares diferentes

Os dromedários vêm dos países árabes, enquanto que os camelos são originários da Ásia Central. Muitos pensavam que uma espécie existia antes da outra e que uma delas foi fruto de um cruzamento com algum tipo de problema congênito, fazendo nascer uma corcunda a mais ou a menos.

Um para o calor, um para o frio

Por virem de diferentes lugares, são diferentes em todos os âmbitos. Por exemplo, o dromedário é acostumado com o calor intenso, podendo suportar temperaturas superiores a 50ºC.

O camelo, por outro lado, foi criado em uma zona fria que alcança temperaturas abaixo de zero, sendo capaz de suportá-las sem nenhum problema. No entanto, a capacidade desenvolvida para isso também lhe ajuda a suportar altas temperaturas.

Suas pelagens são diferentes

A cor é muito semelhante, mas a consistência e a densidade são muito diferentes. O pelo dos camelos é mais grosso, pois se originaram de lugares frios. De fato, sua pelagem fica muito volumosa e grossa durante o inverno, e sua época de troca ocorre no verão.

Camelo numa região desértica

O dromedário, por outro lado, possui um pelo curto que se mantém durante todo o ano, mas com densidade suficiente para evitar queimaduras do sol e resistir ao calor.

Um é menor

Curiosamente, o camelo é menor que o dromedário. As pernas do dromedário são muito largas e sua corcunda é mais alta. Somando ambas proporções, percebemos como o camelo é menor.

Na verdade, é dito que os camelos possuem menos resistência a caminhar longas distâncias e a ficar sem beber água por tanto tempo como os dromedários. Mas, apesar dos dromedários vencerem nesse aspecto, os camelos também conseguem aguentar muito tempo. 

O camelo é mais dócil

O dromedário tem fama de ser agressivo, enquanto que o camelo geralmente é mais dócil e adestrável. Este é o motivo pelo qual os camelos são utilizados como atrações e meio de transporte em zonas remotas.

Você gostou de conhecer as diferenças entre estes animais? Agora já sabe como saber quem é quem: enquanto o camelo possui uma corcunda, os dromedários têm duas.


Notícias sobre Pets