Geek

Covid-19: Vacina testada em macacos protege pulmões e provoca forte resposta imunológica

Publicado na revista Nature, um estudo de vacina conta o novo coronavírus para humanos, teve resultado positivo na defesa dos pulmões de primatas contra a ação do vírus no órgão.

Uma das ações do novo Coronavírus no corpo humano é atacar células para a sua reprodução. O vírus vai fazendo esse processo até conseguir chegar em todo o sistema respiratório, quando não é repreendido pelo corpo humano.

Sendo assim, ele chega até os pulmões e causa estragos que levam à pneumonia e, por consequência, aos casos mais graves de internação por Covid-19.

Na publicação da revista Nature, a vacina consegue proteger os pulmões do vírus, o que evita a pneumonia e trás ao corpo tempo suficiente para combater o invasor através de anticorpos.

Além de proteger os pulmões, essa vacina provocou forte resposta imunológica contra o vírus, sendo suficiente também para tratar a doença ou até mesmo proteger de novas infecções.

Essa vacina foi criada pelos cientistas Vincent Munster, do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas de Hamilton em Montana, Sarah Gilbert, da Universidade de Oxford no Reino Unido, e seus colegas. Ela codifica a nova proteína do novo coronavírus, que é usada para invadir células hospedeiras.

Vacina tem 100% de aproveitamento em macacos

Essa vacina conseguiu aproveitamento em todos os macacos vacinados. Todos eles desenvolveram proteção imunológica contra a entrada do vírus nas células antes mesmo de receberem a alta carga viral de Coronavírus.

Em outros primatas testados sem a vacina, dois desenvolveram pneumonia.

Para os cientistas envolvidos, os resultados são muito promissores. A vacina ainda não foi revisada por pares e segue para ensaios clínicos.