Tecnologia

Cientistas desenvolvem célula solar transparente que pode ser usada em janelas do futuro

Escrito por Forbiddeen

Pesquisadores da Universidade da Califórnia (UCLA) desenvolveram um novo tipo de célula solar transparente, que no futuro poderá ser aplicada em janelas inteligentes de casas e edifícios.

Uma das principais queixas sobre os painéis solares é que eles não são estéticos quando utilizados na arquitetura das edificações. Pensando nisso, pesquisadores da Universidade da Califórnia (UCLA), desenvolveram um novo tipo de célula solar transparente, que no futuro poderá ser aplicada em janelas inteligentes de casas e edifícios. Dessa forma, pode-se ter a capacidade de gerar eletricidade, permitindo, ao mesmo tempo, que as pessoas enxerguem através da célula.

Para criar a célula transparente, a equipe desenvolveu um novo tipo de polímero de células solares (PSC), que produz energia principalmente através da absorção de luz infravermelha, tornando-as quase 70 por cento transparente à visão humana.

Eles elaboraram o dispositivo a partir de um plástico fotoativo que converte luz infravermelha em corrente elétrica. "Estes resultados abrem o potencial de utilizar células solares de polímero visivelmente transparentes em componentes eletrônicos portáteis, janelas inteligentes e na construção de sistemas fotovoltaicos integrados, além de outras aplicações", disse o líder do estudo Yang Yang, professor de ciência dos materiais e engenharia da UCLA.

Yang acrescentou que existe um interesse mundial intenso nas células chamadas polímeros solares. "Nossas novas unidades são feitas de materiais plásticos, que são leves e flexíveis", disse ele. “Mais importante, elas podem ser produzidos em grande volume e baixo custo.”

Muitas tentativas foram feitas para desenvolver o PSC visivelmente transparentes ou semitransparentes anteriormente. No entanto, nenhuma delas se mostrou altamente eficiente.

Outro avanço da pesquisa é o fato do condutor transparente ser feito de uma mistura de nanofio de prata e nanopartículas de dióxido de titânio, que é capaz de substituir o eléctrodo de metal opaco utilizado no passado. Isto também permite que as células solares sejam mais viáveis economicamente, por conta da facilidade em sua fabricação.

"Estamos entusiasmados com esta nova invenção em células solares transparentes, principalmente pelos nossos avanços para criação de janelas condutoras transparentes”, disse Paul Weiss, diretor do Instituto de Nonosistemas da California (UCLA). Com informações do Daily Mail.

Sobre o Autor

Forbiddeen