PET

Cãozinho ajuda irmão canino a lidar com a cegueira e dupla se torna inseparável

É sempre muito complicado saber qual a melhor decisão a tomar quando nossos cães estão com algum problema de saúde grave e sabemos que uma das opções, por mais que seja a mais indicada, vai afetar bastante a vida do peludo.

Foi por essa situação que Kim, de 49 anos, e seu marido Joe, de 51, tutores do fofo cãozinho Jake, precisaram passar.

Cadelinha enche seu irmão canino de carinho. (Foto: Reprodução / Caters News / Metro UK)

Quando tinha cerca de quatro meses, Jake, um alegre Golden Retriever, foi diagnosticado com epilepsia. Por conta deste problema de saúde, o cãozinho começou a ficar com os olhos muito ressecados.

O incômodo nos olhos fazia com que o cachorro coçasse bastante a região o que acabou danificando sua visão. Por conta disso, ele precisou fazer intervenções regulares em suas córneas.

Depois que o cachorro lutou contra infecções graves ainda bem pequeno, os tutores de Jake tomaram a difícil e triste decisão de retirar os olhos do animal, que ficou livre dos problemas que tanto o incomodavam, mas completamente cego.

“Estávamos com o coração partido e não tínhamos ideia de como Jake lidaria com ser cego”, contou a tutora. Porém, ela se sentiu um pouco mais aliviada depois que encontrou, através da internet, outras famílias com cães cegos e viu que geralmente eles lidavam muito bem com a nova condição.

A cadela ajuda seu irmão cego no dia a dia. (Foto: Reprodução / Caters News / Metro UK)

Pensando em ajudar Jake em sua adaptação à nova condição, os tutores decidiram aumentar a família e levaram um novo filhote para casa pouco antes da cirurgia de Jake.

A cadelinha Addie, também Golden Retriever, ajudou bastante o seu irmão mais velho e acabou se tornando uma espécie de cão-guia para o irmão. Ela o ajuda a subir as escadas e o guia nas caminhadas. Kim até colocou um sininho na coleira da cadelinha para que o Jake sempre consiga saber onde ela está.

Além disso, Addie sempre faz muito carinho em Jake e enche o irmão canino de lambeijos no focinho, principalmente na região dos olhos.

O cãozinho cego é muito feliz com a ajuda e companhia da irmã canina. (Foto: Reprodução / Caters News / Metro UK)

De acordo com Kim, os cães são inseparáveis e Jake nunca foi tão feliz em sua vida. Para a tutora, Addie é responsável por boa parte dessa felicidade. “Eles são uma dupla adorável e nós temos muita sorte em ter os dois em nossas vidas”, afirma ela.

Fonte: Metro UK


Notícias sobre Pets