PET

Cão que salvou menino de afogamento quase teve um final triste

Escrito por Escobar Dog

[ad_1]

No dia 2 de março, um grave caso chocou a Austrália e o mundo. Uma mãe, que supostamente tem problemas mentais, matou o filho de cinco anos de idade afogado no Rio Murray e estava tentando fazer o mesmo com o filho de nove anos.

Até que apareceu um cachorro, que provavelmente viu a luta do garotinho contra sua mãe de longe, e conseguiu salvar o menino mais velho. Porém, enquanto tirava o menino de perto da mãe, o cão acabou mordendo ele. O animal também mordeu a mulher, quando ela tentou se aproximar do filho novamente.

Cachorro salvou a vida de um menino de nove anos que estava sendo atacado pela própria mãe. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Laura Spurway / Twitter)

Graças ao cachorro, o menino sobreviveu, mas o cachorro quase não teve a mesma sorte.

O menino acabou tendo que ser levado para o hospital, onde recebeu cuidados no machucado que ficou da mordida do cão. Já o animal não pôde voltar para casa. Ele foi levado por autoridades e teve de ficar sob custódia para investigação do caso e da sua “agressão”.

Como medo do que poderia acontecer com o cachorro, que se chama Buddy, os tutores começaram uma petição para salvar a sua vida, assim como ele fez com o menino. “Estamos tentando salvar o nosso cão Buddy, uma mistura de Pit Bull que foi apreendido por circunstâncias terríveis pelo conselho. Esperamos que o conselho possa ver o que este cão estava tentando fazer e deixe-o chegar em casa, em vez de puni-lo pelos esforços de resgate que ele fez. Por favor ajude”, escreveu a família do cão na petição.

A petição recebeu mais de 50 mil assinaturas e contou com o apoio do avô materno do menino que foi salvo pelo cachorro, e também do que acabou falecendo. “Eu possuo um cachorro parecido, e eu sei que ele estava tentando salvar os meninos – é a sua natureza quando são criados com crianças”, disse o homem, que completou “Eu ainda tenho um neto porque esse bravo cão tomou as medidas necessárias”.

Investigadores tiveram que fazer buscas no local para encontrar o corpo da criança mais nova. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / AAPIMAGE)

Os tutores do cão também afirmaram que Buddy não tem histórico de agressão e nunca mordeu ninguém.

Felizmente, os investigadores entenderam que o cão “agiu em defesa da criança” e o animal poderá voltar para a sua família. Antes, o cachorro terá que receber um microchip de identificação.

“Eu só quero dizer a todos que nosso amigo Buddy está voltando para casa”, informou Jess Smith, tutor do cachorro, na página da petição.

Fonte: We Love Animals / Life With Dogs

[ad_2]
Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog