PET

Cães podem comer massa?

Escrito por Escobar Dog

A massa, em suas diversas formas, é um alimento muito difundido em todo o mundo. Muitos donos de cães se perguntam se os cães podem comer massa, se é saudável ou não. E a resposta é que a ingestão de massa não é tóxica para os cães ou lhes causa qualquer dano. Isto é, desde que o animal não sofra de qualquer distúrbio hepático.

Na verdade, a massa não é um alimento que deve ser incluído regularmente na dieta do cão, pois pode ter efeitos negativos a longo prazo. No aspecto nutricional, não há grandes benefícios, mas compartilhar um prato de massa de vez em quando com nosso animal de estimação não é perigoso.

A massa: rica em carboidratos

Analisando a composição nutricional da massa, pode-se dizer que, em geral, é um produto feito à base de água, farinha e, às vezes, ovos. Isso significa que a massa tem um alto teor de carboidratos.

Em uma dieta ideal para cães, os carboidratos não devem ser incluídos como a principal fonte de energia. Isso porque contribuem para o excesso de peso no animal e, também, para produzir deficiências nutricionais. Carboidratos para cães não trazem benefícios nutricionais.

Veja também: Alimentos alternativos à ração

Comer massa, uma exigência nutricional na alimentação dos cães?

Não, comer massa não é um requisito essencial a ser considerado na alimentação de animais de estimação. As exigências nutricionais de um cão centram sua dieta no consumo de proteínas, gorduras, vitaminas, minerais e outros elementos. Portanto, é importante saber que sua principal fonte de energia é a proteína.

Mesmo assim, se você quiser incluir massa na dieta do cão, isso pode ser feito, desde que não seja diariamente. Ela não deve se tornar a base da dieta.

Além disso, recomenda-se não misturar a massa com alimentos industriais, para evitar assim qualquer problema intestinal. Isso ocorre porque cada alimento tem um processo de digestão diferente e, portanto, é digerido de maneira diferente em cada cão.

Como incluir massa na dieta do seu cão?

As dietas caseiras para cães são principalmente baseadas em proteínas e legumes. Isso não exclui a opção de incorporar uma porção de massa de tempos em tempos. Portanto, é importante saber como este produto pode ser incluído na dieta.

Antes de dar qualquer massa ao nosso melhor amigo, é aconselhável rever a composição que ela tem, bem como o modo de preparação de cada uma. Da mesma forma, é necessário considerar massas que contenham certas farinhas ou cereais, tais como: aveia, cevada, farinha integral, farinha de linhaça. Estas são as mais adequadas e as que facilitarão a digestão do cão.

Não se esqueça de que a massa não deve ser a base da dieta do cão, por isso é importante incorporar outros alimentos, como peixe, carne e ovos, à dieta dele. Você também pode adicionar uma pequena porção de vegetais.

Por outro lado, sal e qualquer alimento que seja proibido para consumo animal devem ser evitados em todos os momentos, pois podem causar intoxicação.

Você sabia? Dieta vegana para o nosso cão… sim ou não?

carboidratos para cães

Sintomas da má digestão

Pode acontecer de o cão, ao comer massa, tenha algum sintoma de má digestão. Isso pode indicar que o animal sofre de uma certa intolerância a algum alimento que foi dado a ele. Alguns dos sintomas são: vômitos, diarreia, problemas digestivos, gases, mal-estar e inchaço.

É importante não adicionar qualquer tipo de molho ou condimentos à comida do nosso animal de estimação, pois podem aparecer problemas digestivos. Até mesmo alguns desses produtos podem ser tóxicos para o organismo do cachorro.

Algumas raças que devem evitar comer massa

Existem algumas raças que estão mais predispostas à obesidade e devem evitar comer massa e seus derivados. Algumas delas são: labrador, beagle, teckel, boxer, buldogue inglês, rough collie, pug e basset hound.

Cães idosos, aqueles que são esterilizados, que sofrem de hábitos sedentários e animais braquicéfalos também podem ser incluídos nesta seção.

A massa é um alimento extremamente rico em carboidratos, portanto, se não for consumida como fonte de energia, geralmente se torna gordura, o que causa excesso de peso. É essencial prevenir a obesidade em nossos cães. Não se esqueça de que o excesso de peso leva a problemas de saúde e a doenças como artrite e displasia de quadril.


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog