PET

Cachorro espera em pátio de hospital por dono que morreu há 8 meses

Nós sabemos bem o tamanho do amor que os cães podem sentir pelos seus tutores e sua família e também o quanto eles podem ser leais. A história do cachorro Negão é uma das que comprovam esse amor e lealdade imensuráveis dos animais.

O cão vivia com um morador de rua em Balneário Camboriú, município de Santa Catarina. Os dois eram inseparáveis. Até que um dia, o tutor do animal passou mal e precisou ser levado de ambulância para o pronto-socorro do Hospital Ruth Cardoso.

Cachorro seguiu a ambulância que levava seu tutor até o hospital e permanece lá até hoje, oito meses depois. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

De acordo com os socorristas, o cão foi seguindo a ambulância onde seu amigo estava até chegar ao hospital. Lá, ficou esperando do lado de fora. Poucas horas depois de dar entrada, o tutor de Negão infelizmente acabou falecendo. E o cachorro? Negão continua no pátio do hospital esperando pelo seu tutor, que morreu já faz oito meses.

O animal é muito bem tratado pelos funcionários do hospital, que ficaram tocados com o amor do cão. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

O animal é muito bem tratado pelos funcionários do hospital, que ficaram tocados com o amor do cão. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

A esperança de que ainda vai reencontrar seu tutor naquele local fica visível a cada vez que o cão corre em direção a uma ambulância quando vê um desses automóveis se aproximando com a sirene ligada.

Os funcionários do hospital não se incomodam com a presença do manso e dócil cão por ali, muito pelo contrário. Todos ficaram muito tocados com o amor e lealdade mostrados pelo cão, que acabou voltando para o pátio do hospital mesmo quando foi levado para casa por uma pessoa que quis o adotar.

Negão é um cão muito manso, dócil e até já ganhou uma casinha em um espaço do lado de fora do hospital. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

Negão, que é um cão muito manso e dócil, até já ganhou uma casinha em um espaço do lado de fora do hospital. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

“Um paciente veio aqui e acabou levando embora. Pôs na coleirinha, levou, mas ele não fica, acabou voltando pra cá”, disse João Laurindo, agente de manutenção do hospital.

Com a ajuda de uma instituição local de proteção aos animais, que castrou o animal e auxilia com vacinas e banhos, funcionários do hospital estão cuidando de Negão e alimentando o animal, que já ganhou até uma casinha por lá em um espaço no lado de fora do hospital.

Os funcionários, que alimentam o animal, recebem ajuda de uma instituição de proteção aos animais, que castrou o cão e auxilia com vacinas. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

Os funcionários, que alimentam o animal, recebem ajuda de uma instituição de proteção aos animais, que castrou o cão e auxilia com vacinas. (Foto: Reprodução / Luiz Souza / RBS TV)

Enquanto espera seu tutor, que infelizmente nunca mais irá voltar, o cãozinho Negão vai sendo muito bem cuidado, mimado e recebendo amor e carinho por parte dos funcionários do hospital, que já se apaixonaram pelo animal e pela sua grande demonstração de amor e lealdade.


Notícias sobre Pets