Curiosidades

9 curiosidades sobre cassinos

Escrito por Forbiddeen

Você sabe quem é o ganhador de cassino mais sortudo do mundo? E que inicialmente as Máquinas de Caça Níquel não davam dinheiro? Confira neste artigo dez curiosidades sobre cassinos!

1 – O menor cassino do mundo

Conhecido como Grosvenor Casino, esta casa de jogos fica localizadas na traseira de um Táxi que fica rodando as ruas de Londres, na Inglaterra.

Apesar de seu tamanho bem reduzido, ele conta com um televisor conectado na parte traseira do banco do motorista que fica sintonizado em um canal de apostas, um frigobar para que as pessoas consumam suas bebidas favoritas, uma mesa de jogos básica e um carteador.

2 – Máquinas Caça Níquel não davam dinheiro

Quando elas surgiram no século XIX, as máquinas de Caça-Níquel não davam dinheiro, mas sim chicletes com sabores de frutas. Se você repetisse três combinações de cerejas, por exemplo, você ganhava um chiclete deste sabor, e o mesmo vale para melancia, tangerina e outros.

Ao longo dos anos, as Máquinas de Caça Níquel passaram a se tornar uma das principais atrações dos jogos de cassino e, evidentemente, mudou o foco e passou a dar dinheiro ao invés de chicletes. No entanto, a maioria das máquinas, até hoje, possuem as frutas por causa dessa história.

3 – Sanduíche foi inventado em um cassino

 

O tradicional prato de nossos cafés da manhã foi inventado por John Montagu, o 4º Conde de Sandwitch, durante suas jogatinas em cassinos. Montagu era apaixonado por jogos de cartas e ele não gostava de interromper suas partidas para se alimentar. Nesse contexto, ele pediu aos seus servos para que levassem alguma comida dentro de duas fatias da pão para não sujar suas mãos.

4 – Etimologia da palavra

A palavra cassino é derivado do latim “Casa” que, curiosamente, não tem nada a ver com o conceito de casa que conhecemos. Em Latim, “casa” significa choupana ou cabana, um lugar onde pessoas muito pobres viviam.

Já a palavra “cassino” surgiu na época para designar as “casas de campo”, lugares bem afastados dos grandes centros e que as pessoas gostavam de passar seus momentos de lazer. Muito provavelmente eram nesses lugares que haviam os primeiros jogos em que as pessoas apostavam dinheiro e daí veio a designação de cassino.

Outra curiosidade é que, em Latim, a palavra usada para designar o que conhecemos como “casa” hoje era “domus”, daí derivando a palavra da língua portuguesa “doméstico” e “domicílio”.

5 – Difícil acesso a saída

Os cassinos são propositalmente grandes e em formato de labirinto para dificultar a saída do cliente, sendo uma estratégia de marketing para que o jogador fique o maior tempo possível dentro do estabelecimento. Por essa mesma razão, os banheiros também ficam longe da entrada.

Ou seja, a medida que a pessoa procura a saída, ela vai se deparando com diversas máquinas e uma delas pode chamar a atenção.

 

6 – Sem relógios e janelas

Outra estratégia para manter os jogadores o maior tempo o possível dentro do estabelecimento é a ausência de relógios e também de janelas. Com isso, as pessoas perdem a noção do tempo e não sabendo se está de noite ou de dia, acabam ficando dentro do cassino.

Com o surgimento dos celulares, muitos jogadores colocam um despertador para tocar e, desse modo, não perderem a hora de um compromisso.

7 – Carteadores precisam mostrar as mãos para as câmeras

Os carteadores, sempre ao final de uma partida, precisam fazer uma série de gestos com as mãos direcionados a uma câmera para provar que não estão com nenhuma ficha sendo carregada.

Isso acabou virando tradição nos cassinos do mundo inteiro e é regulamento na grande maioria (senão em todos), pois era muito comum os carteadores de antigamente roubarem fichas, acarretando em prejuízos para o estabelecimento.

8 – Bebidas grátis

Mesmo não valendo para todos os cassinos do mundo, é muito comum que esses estabelecimentos ofereçam bebidas gratuitamente aos seus participantes, em especial os frequentadores assíduos do local.

Muitas pessoas oferecem gorjetas para cada drink recebido, geralmente US$ 5 para o primeiro, e US$ 1 para cada drink subsequente. Deste modo, os garçons e garçonetes ficam estimulados a te entregar as bebidas com frequência. No entanto, o pagamento não é obrigatório.

9 – O maior sortudo dos cassinos

O garçom grego que reside em Las Vegas, Archie Karas, tinha US$ 50 no bolso em dezembro de 1992.

Ele então decidiu pegar um dinheiro emprestado com um amigo e enfrentar os maiores jogadores de pôquer do planeta em Las Vegas. Após vencer 15 partidas seguidas, Karas, que inicialmente tinha apenas US$ 50, voltou para casa com US$ 17 milhões.

Sobre o Autor

Forbiddeen