Curiosidades

8 sinais que ser mãe deixa no corpo feminino e homem nenhum se dá conta

Quando uma mulher fica grávida, as mudanças em seu corpo são evidentes. Alterações óbvias como no tamanho da barriga e dos seios são percebidas por todo mundo, mas durante o processo também são percebidas diversas mudanças em todos os sistemas que compõem o corpo feminino.

Aqui mesmo, na Fatos Desconhecidos, já falamos sobre algumas dessas mudanças hormonais que afetam todo o corpo da mulher. Além das alterações durante o período da gravidez, no entanto, existem algumas que são percebidas somente após o fim do processo, depois do parto.

Quem já deu à luz ao menos uma vez na vida, certamente vai se identificar com alguns dos processos listados aqui. Por outro lado, se você nunca passou por isso ou nunca irá passar, talvez nunca fosse capaz de perceber certas mudanças sem essas informações.

1 – Perda de cabelo

Algumas semanas após o parto, a mulher pode perceber que está perdendo um pouco de cabelo. Uma pessoa normal perde cerca de 100 fios de cabelo por dia, mas isso não acontece com as grávidas em razão dos altos níveis de hormônio lançados no corpo. Com o fim da gravidez, o corpo compensa a queda de cabelo atrasada e a mulher pode sentir a perda exagerada nas semanas após o parto. Nada que seja motivo de preocupação, pois o crescimento normal será retomado em breve.

2 – Mudança da cor da pele

2

Algumas mulheres grávidas ficam sujeitas a uma condição conhecida como máscara da gravidez, ou melasma. São manchas escuras localizadas na testa, no nariz, em torno da boca ou nas bochechas que aparecem geralmente entre o quarto e o sexto mês de gestação. Após o parto, as áreas com diferentes cores passam a voltar ao normal. Além disso, outras percebem manchas e marcas avermelhada surgindo após o parto, ao invés de desaparecendo. Em qualquer um dos casos, as manchas devem desaparecer normalmente após algumas semanas.

3 – Dores nas costas

3

Por conta do tempo que os músculos do abdômen demoram para se recuperar e se reajustar após a gravidez, muito peso corporal será despejada nas costas da mulher. Isso pode acabar gerando dores inesperadas até que a barriga esteja com a força restabelecida. Os efeitos também podem aparecer em razão da mudança de postura que algumas grávidas têm durante a gestação. Se os efeitos não desaparecerem após o primeiro mês depois do parto, um especialista deve ser consultado.

4 – Problemas para urinar

restroom sign

Nesse caso, existem dois tipos diferentes de problemas. Por conta da diminuição da pressão que o bebê faz na bexiga, algumas mulheres podem sentir maior dificuldade para urinar após o parto. Outras, no entanto, principalmente mães de primeira de viagem, acabam sofrendo de incontinência e falta de regulagem do órgão, podendo sofrer até mesmo com dores ou infecções na hora de urinar.

5 – Dores vaginais

5

Após o parto normal, algumas mulheres podem sofrer com sangramentos ou despejo de fluidos de revestimento do útero que se formaram durante a gravidez. As perdas são normais e chamadas de lóquios. Para mães que estão amamentando, também é possível perceber secura na vagina, o que pode gerar desconforto na hora do sexo.

6 – Pernas inchadas e varizes

6

O inchaço nas pernas pode ser percebido já durante a gravidez e podem ser reduzidos após o parto. Apesar disso, algumas mulheres demoram mais para recuperar da condição e podem sofrer com coceiras na região. Fazer caminhadas para movimentar as pernas pode ajudar a reduzir a sensação. As varizes podem diminuir após o parto, com a perda de peso natural, no entanto é possível que várias delas nunca desapareçam.

7 – Suor

7

Algumas mulheres podem perceber uma quantidade maior de suor durante as noites seguintes ao parto. Isso acontece porque o corpo feminino precisa se livrar de todos os fluidos extras que foram acumulados para sustentar a mulher e o bebê durante a gravidez.

8 – Energia

8

Algumas mães relatam que, após o parto, apresentam muito mais energia do que já tiveram antes da gravidez. A capacidade aeróbica de uma mulher pode aumentar em até 20% nas primeiras semanas após o parto. Por outro lado, outras demonstram exaustão em razão das responsabilidades pós-parto e do peso excessivo que precisaram carregar por tanto tempo.

Por mais que possa parecer simples carregar um filho por cerca de nove meses, os efeitos no corpo e na saúde da mulher são definitivos e às vezes podem durar para sempre. Além de mudar o mundo por meio da nova vida que geram, as mulheres ainda passam por mudanças que ninguém pode perceber, se não estiver vivendo a experiência.


Mais Curiosidades