PET

5 espécies de araras

Escrito por Escobar Dog

Coloridas e com um bico característico, essas aves da América Central e do Sul são realmente lindas. No artigo a seguir, vamos falar sobre algumas das espécies de araras mais conhecidas. Cada uma mais linda que a outra!

Que espécies de araras existem?

Dentro da família dos papagaios, o gênero Ara contribui com oito espécies e várias subespécies.

Estas aves impressionantes e de penas chamativas vivem nas árvores das selvas do México ao norte da Argentina. As espécies de araras mais representativas são:

  1. Arara canindé

Ara ararauna (foto que abre este artigo) ou arara azul e amarela, é endêmica da América do Sul. Pode ser encontrada em toda a bacia amazônica, e nos rios Paraguai e Paraná.

Forma grupos de até 30 indivíduos e, como toda a sua família, possui um poderoso bico e uma longa cauda.

Quanto às cores, tem um peito amarelo, plumas e dorso azul-turquesa, rosto branco com linhas pretas nas laterais dos olhos, bico, pescoço e pernas pretas, e cauda amarela em vários tons.

Quase não há diferenças entre os sexos. Podem medir cerca de 90 centímetros e pesar um 1,5 kg.

Formam casais para a vida toda e nunca se separam. Os dois ficam encarregados de construir o ninho, incubando e alimentando os filhotes, que nascem depenados e cegos.

  1. Araracanga

Em alguns países, é chamada de arara macau, e é uma das maiores da sua família: atinge quase um metro de altura.

Sua plumagem é realmente linda: vermelho na barriga, cabeça, pescoço e costas; azul, amarelo e verde em penas e cauda; branco no rosto e bico e cinza nas pernas.

Esta arara é muito social, tem hábitos diurnos e forma grupos de dezenas de exemplares para procurar comida, se protegerem e dormir.

Cada grupo é comandado por um macho dominante e eles são endógamos: se reproduzem entre membros da mesma família.

A dieta é composta de sementes, frutos, néctar, folhas e caules.

Você também poderá vê-los ingerindo minerais das rochas, para neutralizar as toxinas em seus alimentos. Habita selvas tropicais, savanas, florestas abertas e planícies úmidas.

  1. Arara Militar

Outra espécie de arara distinta, também conhecida como papagaio verde, cujo habitat se estende a várias áreas da América Latina.

Com um comprimento de 70 centímetros, mas uma envergadura de 1,10 metro, este pássaro tem uma cor verde predominante, com penas azul-turquesa nas asas, e uma espécie de máscara vermelha acima do bico, que é preto, e entre os olhos.

Arara Militar

Sua cauda é longa e pontuda e suas penas se “abrem” em pleno voo. A íris dos olhos é amarela pálida e as patas são cinza escuro.

Ararinha-de-testa-vermelha

Esta ave endêmica da Bolívia – das florestas e vales dos departamentos de Santa Cruz, Potosí, Chuquisaca e Cochabamba – está em perigo de extinção.

É uma das menores espécies de araras que existe, já que não excede 60 centímetros.

Ararinha-de-testa-vermelha

Seu corpo é, em sua maior parte, verde claro, mas tem algumas áreas laranja e turquesa, e também uma espécie de chapéu vermelho no topo da cabeça.

O bico é preto e ao redor dos olhos, cuja íris é laranja

  1. Arara militar grande

O último da lista também habita as selvas da América Central, especialmente as de Honduras e as do norte da América do Sul: Colômbia e Equador mais precisamente.

Prefere florestas úmidas e baixas até ,5 mil metros acima do nível do mar.

Arara militar grande

Mede cerca de 90 centímetros e pesa cerca de 1,5 quilos. Seu corpo tem um ‘degradê’ de cores, já que na parte superior é verde, no centro é amarelo e na parte inferior é turquesa. 

A cauda é vermelha ou laranja, tem uma espécie de protetor de bico de cor vermelha e não tem plumas ao redor dos olhos.

Vive em grupos de até 40 indivíduos, pode voar grandes distâncias em busca de sementes de cumaru, e formar casais vitalícios, que mantêm o mesmo ninho a cada ano.


Notícias sobre Pets

Sobre o Autor

Escobar Dog