Geek

WD tem receita de US$ 200 milhões só com mineradores de Chia

Os mineradores de Chia podem ter contribuído consideravelmente para o sucesso financeiro da Western Digital no último trimestre. A WD nega que o segmento foi importante para os resultados, mas US$ 200 milhões vindos especificamente dessa fonte dizem o contrário.

Para contexto, a empresa afirma em seu mais recente relatório fiscal que aumentou seu faturamento com discos rígidos no último trimestre em cerca de US$ 539 milhões, um ganho de mais de 34% em comparação com o período anterior.

WD sondando a Chia

Claro que o anúncio e venda dos novos HDs de 18 TB da WD para operações na nuvem e data centers ajudaram a mover o ponteiro dos lucros, mas não deixa de ser intrigante notar como o crescente interesse pela mineração de Chia ao redor do globo também pode ter impactado esses números.

Isso porque, embora muitos mineradores utilizem HDs de segunda mão para o trabalho pesado, entusiastas mais profissionais da tecnologia preferem investir em hardware com mais espaço e configurações de ponta. Esses equipamentos são geralmente voltados para o mercado corporativo e são bem mais caros que as peças convencionais.

Reprodução: Western Digital

Isso ajuda a explicar por que a WD conseguiu arrecadar cerca de US$ 200 milhões com as vendas para fazendas de mineração e mesmo assim não considerar um volume impactante o suficiente – em comparação com o que é negociado com grandes organizações.

Segundo David Goeckeler, CEO da companhia, a Chia e outras criptomoedas baseadas em espaço de armazenamento apresentam um grande potencial para a indústria, mas ainda estão sendo devidamente analisadas para que seja possível decidir se esse é um negócio viável ou não a longo prazo.

Fonte: Tom’s Hardware


Fonte: KaBuM