Tecnologia

Voyager Focus UC, headset da Plantronics ideal para uso no escritório e no dia-a-dia

Está em busca de um fone que se adeque à sua rotina no escritório e seja elegante o suficiente para se destacar? O headeset da Plantronics, Voyager Focus UC, pode ser sua melhor opção!

Você é o tipo de pessoa que vive com fones de ouvido, seja para uso no trabalho ou lazer? Costuma alternar entre PC e smartphone com frequência, fazendo ligações ou ouvindo música? Pois é justamente com o objetivo de facilitar a sua vida que a Plantronics criou o Voyager Focus UC, o headset extremamente inteligente que tivemos o prazer de testar. A seguir, citamos todas as funções prometidas e quão bem elas funcionam.

Destaques do Voyager Focus UC

O headset vem acompanhado de um case para proteção (Divulgação; editada)

O headset Voyager Focus UC tem como principal atrativo o cancelamento de ruído ativo que, na prática, torna o uso no dia-a-dia mais confortável, sem que você sinta a pressão exercida sobre suas orelhas, ou aquele sentimento quase claustrofóbico de utilizar fones que isolam 100% do ruído externo. Para ativá-lo, há um switch metálico com a sigla ANC na lateral, que abrevia active noise canceling (ou cancelamento de ruído ativo, em tradução livre).

O microfone pode ser girado para ambos os lados, possibilitando que você inverta o headset e use tanto sobre a orelha direita como a esquerda. Ao fazer isso, ele automaticamente inverte a saída de áudio (lado esq. e dir. dos fones, para música em estéreo, por exemplo).

O pacote também impressiona logo de cara: além dos fones, você tem uma case para transporte, uma base para carregar a bateria, um conector micro USB e um dongle USB – ou seja, um dispositivo receptor de Bluetooth, para o caso de a sua máquina não dispor da tecnologia.

Conexão inteligente

Fui pego de surpresa por uma funcionalidade na primeira vez que coloquei uma música para testar o poder dos fones. Ao tirar o headset da cabeça e colocar no pescoço para ouvir uma conversa, ele pausou automaticamente cerca de 1 segundo depois de reconhecer que não estava sobre minhas orelhas. Na sequência, ao recolocar, a música recomeça de onde parou.

Em um outro cenário, testei intervalos de tempo diferentes, com o celular conectado, a música ainda voltou a tocar – seja em pausa por 5 segundos ou de poucos minutos. Da primeira vez que a pausa inteligente aconteceu, foi tão intuitivo que peguei o celular para dar play novamente, até perceber que o Spotify estava minimizado e mesmo assim ele deu play automático. Esse recurso também funciona no PC, em programas que habilitem o uso de play/pause contido no teclado.

voyager headset da plantronics sobre mesa de madeira com foco nos botões de play/pause e avançar/retroceder música
Botões físicos de play/pause possuem um excelente feedback tátil

Para comunicar a conexão, bateria e demais informações, há uma voz feminina bem familiar aos que estão acostumados a lidar com speakers Bluetooth, dizendo “power off”, “battery high” e coisas do tipo. Ao falarmos sobre ligações telefônicas, ele também não decepciona: tirar os fones coloca a chamada no mudo, colocá-los de volta resume a chamada.

O headset permite conexão simultânea com mais de um dispositivo, e ao conectar tanto com o celular (Bluetooth) como com o PC (dongle), é fácil intercalar entre eles. Se você estiver no PC trabalhando e ouvindo música, por exemplo, ao dar play em qualquer áudio no celular ou até mesmo atender uma ligação, o headset da Plantronics reconhece e faz a troca em poucos segundos.

detalhe do switch de bluetooth e ligar/desligar do headset voyager da plantronics, sobre mesa de madeira
O seletor de ligar/desligar e a opção de pareamento Bluetooth é bastante discreto

Então se você estiver com o dongle no computador o tempo todo, ao ouvir música no caminho do trabalho, você pode usar o fone no PC de imediato sem precisar sincronizar, nem configurar nada. Depois de ligar o PC, você ouve um aviso de “PC conectado” e pronto, tudo acontece instantaneamente.

Em outro cenário, porém, ouve um erro: ao trocar a ligação do PC para o celular, o conteúdo no primeiro dispositivo foi pausado, dando vez ao áudio do segundo. Ao retornar, o fone reconheceu a conexão do PC como chamada telefônica mesmo reproduzindo um vídeo (via VLC), reduzindo drasticamente a qualidade do áudio. A forma encontrada para corrigir essa falha foi reiniciar a conexão ao apertar o botão do microfone (para mutar, abrir e, em em seguida, fechar novamente o microfone). Foi a única vez que o Focus errou em reconhecer o tipo de conteúdo/dispositivo.

Outro ponto de atenção acontece a cada nova conexão, já que o headset da Plantronics sempre demora exatos 10 segundos para reproduzir áudio. No cenário em que o headset está conectado apenas no PC e a música esteja sendo reproduzida nos alto falantes do celular, você liga o Bluetooth nesse dispositivo. Apesar da conexão se estabelecer de imediato, há completo silêncio por 10 segundos – você vê o tempo passar no player, para então continuar a ouvir o som.

detalhe do switch de boss de baixo e conexão usb do headset voyager da plantronics, sobre mesa de madeira
Cancelamento de ruído ativo e conexão micro USB – lembrando que é uma pena ele não funcionar com fio!

O seletor ANC habilita o cancelamento de ruído ativo, que deixa o áudio mais natural e menos abafado (inteligência do produto que melhora a qualidade sonora). Do lado oposto há o botão para “atender ligação”, mas se você o mantiver pressionado, é ativada a assistente de voz do seu dispositivo. Testamos isso no Android e funcionou, mas a marca afirma funcionar também no iOS.

Microfone

Falando em cancelamento de ruído, admito que fiquei extremamente impressionado com a tecnologia aplicada aqui. A dupla fone+microfone é realmente poderosa, sendo um produto perfeito para quem for utilizá-lo no dia-a-dia do escritório.

Como maneira de testar os limites do que é vendido, fiz uma gravação de áudio. Um simples estalar de dedos, à distância de um braço esticado, se somado à voz, magicamente não é detectado. Em outra instância, fiz uma chamada telefônica enquanto a TV estava em som relativamente alto, a cerca de 2,5 metros de distância do microfone, e a pessoa do outro lado da linha disse ouvir minha voz isolada.

detalhe do microfone do headset voyager da plantronics
Boom com design refinado – faz até um clique quando ajustado para a posição vertical

Em um terceiro teste, gravei áudio do celular ao redigir parte desta review (sim, você está lendo um trecho de uma “meta-review”), e o barulho da digitação vazou bastante para os fones. Detalhe: disponho de um teclado mecânico com yellow switch, e aos que não estão antenados nos periféricos, é um dos tipos de teclado mais silenciosos do mercado.

Ironicamente, o cancelamento também pode bem útil para gamers ou streamers, já que uma interferência de barulhos de terceiros pode fazer bastante diferença em uma gravação ou jogatina de respeito. O bom é que a qualquer momento você pode ligar o microfone para ter feedback de áudio em tempo real – basta apertar o botão vermelho próximo ao boom.

detalhe do botão para mutar o microfone do headset voyager da plantronics
Botão “mute” ativa a entrada de áudio para feedback em tempo real, sempre que você quiser

Ter o retorno direto da sua voz dentro do fone (com um volume moderado se somado ao áudio que já está tocando) pode ser uma forma de distração. Pensando no uso do headset da Plantronics em escritórios, já que essa é toda a proposta do Voyager Focus UC, é terrível se colocar em uma situação onde a voz do seu colega de trabalho pode ser amplificada ainda mais – e pior: direto nos seus ouvidos.

Uma opção é ligar o microfone a qualquer hora, independente da conexão. Por exemplo: se você conectar o headset à TV, que apesar de inteligente não reconhece microfones, você ainda consegue se ouvir. O volume instantaneamente abaixa, em cerca de 80% (você ainda pode ouvir o som da TV de fundo) e o feedback predomina. Ao desligar o microfone pelo botão físico, o som de fundo é gradualmente normalizado.

Bateria

A parte mais surpreendente dos nossos testes foi a duração da bateria. Com a primeira carga realizada, em menos de meia hora na tomada, a bateria carregou o suficiente para durar 7 horas. Ao carregar com o USB no PlayStation por pouco menos de duas horas, percebi que a bateria durou por cerca de dois dias de uso intensivo.

O sistema de avisos do Voyager Focus UC estima uma duração de bateria maior que a real. Ao receber o aviso “bateria fraca”, foi estimado que o fone funcionaria por mais 3 horas, entretanto a bateria durou apenas meia hora, conectado a somente um dispositivo.

detalhe da base de carregamento do headset voyager da plantronics sobre uma mesa de madeira, com uma iluminação abaixo do logotipo da marca
Base do Voyager Focus UC, iluminada, que conecta-se via USB a qualquer tomada ou dispositivo

O pacote do produto da Plantronics também vem acompanhado de um cabo micro USB, para que você possa carregar e utilizar com a conexão Bluetooth ao mesmo tempo. É só uma pena ele não dispor de conexão com fio.

Realmente admito não dominar a engenharia por trás disso, porém podemos pegar um controle de videogame da atual geração como referência: ao ligá-lo via cabo em um sistema que não reconhece a conexão Bluetooth, ele funciona normalmente. Se o headset seguisse a mesma lógica, o uso poderia ser expandido a quem trabalha em um notebook, por exemplo – o cabo é muito curto para usar confortavelmente em qualquer cenário de desktop.

Personalização e conforto

Voyager Focus UC é um fone leve, não há como negar. A tira metálica que envolve o topo é absurdamente leve e ajuda a vender toda a robustez do produto. Nas laterais, você pode ajustar a altura em 10 posições, e a almofada de couro é a cereja do bolo, permitindo que ele descanse sobre suas orelhas, sem pressão.

Ajuste de suporte para cabeça do headset voyager da plantronics, com detalhe para regulador mostrando os números de 1 a 5.
Ajustes com indicador numérico e a faixa te deixam aproveitar o Voyager Focus UC com total conforto

O suporte da almofada é feito em borracha, e o contato com a base plástica dos fones resulta em um ruído, devido à fricção. Então se você estiver andando por aí com o fone, um modesto cambalear de cabeça estica o suporte e o som reverbera direto nos seus ouvidos. Por isso, a dica é: apesar da portabilidade e praticidade da conexão sem fio, não é recomendado utilizar o fone para atividades mais intensas, pois os fones tendem a se movimentar, causando o ruído.

detalhe das almofadas pretas e vermelhas do headset voyager da plantronics
Almofadas com detalhe interno em vermelho são outra prova do bom acabamento do produto

Claro que não poderíamos deixar de lado um elogio a respeito das almofadas dos fones. Mesmo ao utilizar o Voyager Focus UC por horas seguidas, não notei incômodo na pressão exercida. A espuma é bastante macia e o revestimento evita que as orelhas acumulem tanto suor, mesmo que sejam de couro.

Uma sugestão da marca é instalar o app Plantronics Hub (para smartphones e desktops). Nele há algumas configurações, nada de tão especial. Mesmo com a opção de idioma em português, não é possível mudar o idioma da voz do software do seu produto – funcionalidade presente em outros fones da mesma linha, como o Plantronics Voyager Edge UC. Sinceramente, só instalei por questão de testes, pois ele não é nem um pouco necessário em usos da rotina.

Um último destaque para personalização (que também encaixa bem nas funções inteligentes que citamos anteriormente) é a opção de mudar a orientação do microfone boom, para o caso de você preferir que ele fique sobre a sua orelha direita ou esquerda.

Com isso, é possível girar o fone em 180º e, o melhor de tudo: o aparelho reconhece e inverte também a saída de áudio, instantaneamente. E nos casos de você não utilizar o microfone, ele fica seguramente travado na vertical, com um clique sutil e bastante satisfatório.

Custo-benefício x áudio

Qualidade de áudio é uma discussão que leva em conta pontos bastante subjetivos – como bem mostra um famoso “documentário-propaganda” da Harman Kardon chamado The Distortion of Sound. Você pode ter o melhor setup de speakers e ouvir uma versão remasterizada de um clássico do rock, enquanto um outro fã de música pop tira o mesmo proveito com um AirPod ouvindo Spotify em alta transmissão.

Por mais que você seja um audiófilo, músico ou editor, é extremamente complexo notar as sutis diferenças entre fones de alto padrão. Um bom par de fones pode ter um poderoso grave e, ao mesmo tempo, desvalorizar os agudos, mas o contraste só se torna mais claro se você tiver outro produto em mãos para comparar.

headset voyager focus uc, dongle e iphone sobre fundo branco
Conexão com dongle ou Bluetooth: a escolha é sua

Ao colocarmos a relação custo-benefício do Voyager Focus UC em primeiro plano, vale pensar que ele é um headset, e não somente um par de fones de ouvido Bluetooth. Por isso, o maior peso do produto está no “combo” microfone e fone. Por experiências com headphones da AKG e Sennheiser, temo admitir que o Voyager tem uma ligeira inferioridade.

Se você pensar que fones Bluetooth das concorrentes, com preço 60% menor, conseguem atingir uma qualidade semelhante ao produto da Plantronics (aqui no Brasil), a escolha pode ser bastante óbvia aos que estiverem à procura de fones sem fio. Paralelo a isso, outros produtos da linha Voyager, como o 8200 UC, podem ser uma melhor pedida a quem só quiser ouvir boa música.

Conclusão

Como a própria fabricante informa no site do produto, o Voyager Focus UC foi “desenhado especificamente para [uso no] escritório“. O preço acima da média (R$1.899,90), se comparado a outros headsets semelhantes, é uma reafirmação do uso destinado do produto, que se comprova pela qualidade e potencial de durabilidade bastante elevados.

A inteligência do produto é um conforto bastante necessário se você entender todos os limites e cenários, aplicando à sua própria rotina de uso. Está acostumado a ser interrompido no meio de ligações? Costuma passar boa parte do tempo ouvindo música? Quer um produto sem fio que dure o dia todo, sem que te dê dor de cabeça? Se você respondeu “sim” a pelo menos uma dessas perguntas, creio que o Focus é uma boa escolha.

voyager headset da plantronics sobre mesa de madeira com foco no microfone
Você pode inverter o microfone para o lado oposto e o Focus reconhece, invertendo também a saída de áudio

Quer um fone de ouvido que preencha todos os campos de qualidade de áudio elevada da sua lista? Talvez seja melhor optar por outros que compensem mais, inclusive da linha Voyager, sem microfone (sim, um headphone). Prova disso é o headset ser 100% wireless, visando maior compatibilidade e a flexibilidade de conexões.

Fosse ele um fone USB ou viesse acompanhado de um adaptador P2-P10, por exemplo, poderíamos adicionar então um ponto negativo. Como não é o caso, fica clara a proposta da Plantronics, que dispõe de extensa lista de headsets para diferentes bolsos e gostos.

Foi conquistado pelo Voyager Focus UC e acha que ele revolucionaria sua rotina de trabalho? Conte para nós nos comentários.

  • Som – 9/10
  • Microfone – 6/10
  • Design – 7/10
  • Bateria – 10/10
  • Conectividade – 8/10

8/10

Plantronics Voyager Focus UC

O headset é feito para quem costuma trabalhar usando sempre fones de ouvido, alternando entre celular e computador. Por isso, é ideal para quem busca uma troca automática dos dispositivos. Dê play onde quiser, o fone reconhecerá e irá trocar. Quer fazer uma ligação? Ele pausa sua música. Alguém te interrompeu no meio da ligação? Ao tirá-lo das orelhas ele muta sua voz instantaneamente, sem vacilar.

Pros

  • Duração da bateria
  • Sistema inteligente de play/pause e de orientação do microfone
  • Simples alteração entre conexão via dongle e Bluetooth
  • Design de alto padrão
  • Pode ser utilizado por horas devido ao peso leve e o conforto das almofadas
  • Cancelamento de ruído ativo dá a impressão de você não estar usando fones 

Cons

  • Preço oficial acima da média
  • Não funciona com fio (por mais que seja acompanhado de um micro USB)
  • Feedback de voz em tempo real pode atrapalhar em vários cenários