Geek

UFRJ está desenvolvendo “mini” ventilador pulmonar que pode ajudar na recuperação de pacientes com a Covid-19

Escrito por Paulo Carmino

Como parte de uma iniciativa do Programa de Engenharia Biomédica do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estão desenvolvendo uma espécie de “mini” ventilador pulmonar, que pode ajudar na recuperação de pacientes com a Covid-19.

A informação é do Jornal de Brasília. Ainda segundo o jornal, cerca de 20 mil pacientes podem depender de aparelhos como esse nas próximas semanas, com o crescimento de infectados pelo novo Coronavírus.

O principal objetivo na pesquisa deste respirador, é a intenção de fabricá-lo em larga escala. Para isso, os pesquisadores focam em uma solução rápida e de fácil produção.

Para o professor Jurandir Nadal, chefe do Laboratório de Engenharia Pulmonar e Cardiovascular da Coppe, o primeiro protótipo da solução apresentou um bom desempenho em um modelo físico de pulmão.

Anvisa exige registro de equipamentos para produção e comercialização

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) exige o registro desses equipamentos antes da produção e comercialização. Isso significa que, nos tramites normais, o projeto deveria ser registrado antes de produção em larga escala.

No entanto, como o Brasil se apossou de estado de calamidade pública, em relação à pandemia de Covid-19 e por se tratar de pesquisa científica com resultados coletados e documentados, a agência, bem como o governo, podem se apossar da iniciativa e garantir que o projeto possa ganhar certificação e ser produzido para suprir a necessidade de respiradores no Sistema Único de Saúde.

Esse cenário é possível se considerar a urgência pela demanda de novos respiradores, sobretudo fabricados com tecnologia brasileira e de baixo custo.

Sobre o Autor

Paulo Carmino