Cidadania

Tintas coral revitaliza prédio com grafite e jardim vertical

Empena de prédio nas esquinas da avenida Paulista e rua da Consolação receberá intervenção artística com mensagem de esperança e valorização à vida.

Uma empena de um prédio na esquina da avenida Paulista e rua da Consolação ganhará vida e cores a partir deste mês. A Tintas Coral, por meio do projeto “Tudo de cor para você”, promoverá uma intervenção artística que une grafite e jardim vertical como parte do movimento Outubro Rosa em prol do combate ao câncer de mama.

É a primeira vez que a marca se associa ao Outubro Rosa e que une um jardim vertical a uma pintura. Com essa intervenção artística, o projeto pretende deixar uma mensagem de esperança e valorização à vida.

“Buscamos um lugar de grande visibilidade e que estivesse degradado, com necessidade de recuperação, um ponto importante da cidade onde poderíamos deixar uma mensagem relacionada ao Outubro Rosa e uma obra que poderá ser vista pelos paulistanos e turistas da cidade”, afirma Marcelo Abreu, gerente de marketing da Tintas Coral.

O “Tudo de cor para você – Outubro Rosa” convidou o artista brasileiro NOVE para produzir o desenho da empena, que representa o diálogo entre arte, natureza e a cidade. A composição plástica do NOVE, chamada “Lembranças de uma doce primavera”, foi criada com cores puras relacionadas à paz, à felicidade e às boas vibrações. O local ganhará mais vida e beleza, além da melhora na qualidade e umidade do ar.

Parceira pela saúde das mulheres

A série de ações será realizada em conjunto com as instituições associadas à Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama). Além da pintura do prédio, a marca também renovará a fachada de dez entidades ligadas à Femama.

Nesse ano também, a Femama trará como tema o compromisso dos órgãos públicos com o cumprimento da Lei 12.732/12, conhecida como Lei dos 60 Dias, que prevê o início do tratamento do câncer em até 60 dias após o diagnóstico da doença no Sistema Único de Saúde (SUS). Entre as ações programadas, está o lançamento dos dados consolidados de um estudo inédito, realizado pela Femama, sobre o primeiro ano de vigência da Lei: o que está funcionando e o que precisa melhorar.


A construção como está hoje e ilustração de como ficará após a obra.