Tecnologia

Terra poderá receber energia solar diretamente do espaço, diz estudo

A Academia Internacional de Astronáutica, em Paris, divulgou um estudo nesta semana que afirma que será possível a instalação de painéis solares na órbita terrestre para que a energia seja enviada diretamente à Terra, no prazo de até 30 anos.

A Academia Internacional de Astronáutica, em Paris, divulgou um estudo nesta semana que afirma que será possível a instalação de painéis solares na órbita terrestre para que a energia seja enviada diretamente à Terra, no prazo de até 30 anos.

Os dados da pesquisa são animadores, pois indicam uma maneira de gerar energia elétrica sem causar muito impacto ambiental, uma vez que o sol é uma ótima fonte energética renovável.

Mesmo a energia solar sendo uma tecnologia antiga, a conversão em eletricidade ainda não é uma solução eficiente a ponto de substituir as fontes comuns e mais poluidoras. De acordo com a proposta do estudo, no espaço a capacidade de gerar energia é muito maior.

O projeto sugere que sejam instalados diversos satélites com enormes painéis solares, que por sua vez seriam gradualmente enviados à órbita terrestre. Assim seria formado um sistema global de geração de energia, capaz de fornecer eletricidade 24 horas por dia com grande eficiência. 

Para o plano dar certo e a energia ser enviada para o consumo na Terra seria preciso transmiti-la em forma de raiolaser ou com enormes antenas de microondas. Enquanto na Terra haveria estruturas para receber a energia transmitida e se fazer o armazenamento e a distribuição. Tudo isso implica altos custos, de forma que seria preciso muito investimento e apoio governamental. Até então, tal ajuda não foi oferecida. Com informações do Techtudo.

Redação CicloVivo