Tecnologia

Sony WH-XB900N é o headphone definitivo da linha Extra Bass

Escrito por Paulo Carmino

O WH-XB900N é a culminação de toda a linha Extra Bass, aliando qualidade sonora com tecnologia de ponta presente nos headphones mais premium da Sony

A Sony tem estado em todas as listas de compras dos amantes de música com o WH-1000XM3. Contudo, o grande revés é seu preço, chegando à base de R$ 1.700 na loja oficial. Com isso em mente, o WH-XB900N chega trazendo todas as funções que fizeram o headphone topo de linha da empresa ser um sucesso à um preço mais baixo. Os consumidores da linha Extra Bass poderão desfrutar do cancelamento de ruído ativo, controles sensíveis ao toque e uma bateria com altíssima autonomia.

Será que o headphone vale a pena? Você confere agora em nossa análise completa.

Design

O WH-XB900N é construído em plástico com extensores de alumínio, pesando somente 254 gramas, o que é muito bom considerando a alta portabilidade do produto. O headphone pode até passar uma sensação de fragilidade em primeira instância, mas o plástico se provou ser muito resistente e flexível. Falando em flexibilidade, o WH-XB900N possui fones rotacionais e dobráveis para facilitar o transporte.

O conforto é outro ponto muito forte, as almofadas de isolamento acústico são incríveis e envolvem a orelha com muita qualidade. O mesmo material das almofadas pode ser encontrado na parte superior do headphone e não causam dores ou incômodos em longos períodos de utilização.

Design do WH-XB900N é estiloso e muito confortável, perfeito para longos períodos de utilização

O WH-XB900N possui somente 2 botões físicos: o primeiro ajusta o cancelamento de ruído e o segundo ativa a assistente de voz. Eles estão bem posicionados no fone esquerdo, mas leva um tempo para se acostumar a apertar no botão correspondente.

Ainda no lado esquerdo se encontram a saída USB-C para carregamento e a entrada P2 para utilização no modo com fio. A Sony mais uma vez acerta em dar possibilidades para o usuário e a conexão com fio ajuda em momentos onde a bateria acaba e não há tomadas próximas.

Os controles ao toque são realizados no fone direito e são bem responsivos. Deslizando pra cima aumenta o volume, para baixo o volume diminui, para esquerda a faixa retrocede e para direita avança uma faixa. Há também o comando de pressionar para ativar o som ambiente, fazendo o usuário ouvir o que está acontecendo ao seu redor.

Som

O WH-XB900N é incrível no que se diz a qualidade sonora. Mais uma vez a linha Extra Bass entrega um produto com qualidade superior a muitos headphones presentes no mercado.

As frequências são bem distribuídas no geral e a experiência de ouvir música é muito satisfatória. Contudo, de toda a linha Extra Bass, o grave aqui é um pouco forte demais. Para os usuários que não manjam de uma equalização manual, isso pode ser um incômodo para quem procura algo mais equilibrado.

Entretanto, para quem gosta de um grave mais predominante como em fones da Beats, vai achar no WH-XB900N uma experiência diferenciada de sensação de graves, já que os sub-bass são extremamente bons e bem definidos.

Design do WH-XB900N
A qualidade sonora do WH-XB900N é impressionante, tudo é reproduzido com muita potência e definição

Esses graves ainda podem ser controlados diretamente no aplicativo Sony Headphones Connect de uma forma fácil e intuitiva, tornando o headphone um pouco mais equilibrado e flexível para os mais diversos gêneros musicais.

Mesmo com foco em graves, os médios e agudos possuem uma ótima definição e brilho para ouvir até os detalhes mais singelos das músicas. Músicas como Algorithm e The Void da banda Muse são lindas de se ouvir – todos os synths, arpeggiators, orquestras, vocais e corais de apoio ficam em mais evidência do que em headphones da concorrência.

O WH-XB900N ainda acompanha a tecnologia DSEE que melhora músicas em baixa qualidade. A tecnologia faz a diferença na hora de ouvir as músicas nas configurações mais baixas dos serviços de streaming. Além disso, o headphone vem preparado para a tecnologia 360 Reality Audio da Sony que será lançada nesse segundo semestre de 2019.

O headphone cai muito bem para assistir filmes e jogar jogos no PC. Aliado à tecnologia Dolby Atmos for Headphones para Windows 10, a imersão é completa e muito satisfatória.

O cancelamento de ruído ativo torna toda essa experiência muito melhor, anulando a maioria dos ruídos externos e dando destaque total e único para a música.

Bateria e conexão

O WH-XB900N é muito competente em bateria. De acordo com a Sony, o headphone pode aguentar até 30 horas de reprodução com o cancelamento de ruído ligado. Durante nossos testes de duas semanas, ele precisou ser recarregado somente 2 vezes, já que o headphone era utilizado por volta de 3/4 horas diárias.

Almofadas do WH-XB900N
A bateria com duração de 30 horas, permite o usuário ficar dias longe das tomadas

O carregamento via USB-C só deixa a experiência mais satisfatória mediante a presença da tecnologia de carregamento rápido, a carga completa se conclui em apenas 1h30. E para aqueles que esquecerem de carregar seu headphone e precisam dele de imediato, em apenas 10 minutos de carga ele é capaz de reproduzir quase 2 horas de música.

A conexão se dá via Bluetooth 4.2, o que pode parecer meio antiquado em 2019. Entretanto, a conexão se mostrou de muita qualidade, sem falhas e engasgos. O headphone também se conecta via cabo P2 que ajuda caso a bateria acabe ou algum aparelho não possua conexão bluetooth.

Microfone e assistente de voz

A Sony está apostando nos assistentes de voz e todos os lançamentos da companhia estão vindo com a função integrada e botão dedicado. O público brasileiro em sua maioria ainda não utiliza os assistentes, mas a tecnologia mostra que é possível otimizar o tempo com apenas alguns simples comandos de voz.

Microfone do WH-XB900N
O assistente de voz permite que o usuário otimize seu dia por comandos simples e intuitivos

O WH-XB900N entende perfeitamente os comandos e os executa com muita rapidez. É possível adicionar um lembrete, ouvir as notificações, enviar mensagens via WhatsApp, fazer perguntas sobre qualquer assunto e muito mais.

O microfone presente aqui é de qualidade superior ao presente no WH-XB700. As ligações e mensagens de voz ficaram mais claras e sem muito ruídos externos. Durante os testes, eu também utilizei o headphone como um headset para jogos online e a qualidade era excepcional mesmo sem a presença de um microfone direcional.

Aplicativo Sony Headphones Connect

O aplicativo Sony Headphones Connect complementa a experiência trazendo funções muito interessantes, como definir o som surround, aumentar e diminuir os graves, controlar a posição do áudio em 3D, definir configurações do assistente, ativar/desativar e controlar o cancelamento de ruído.

O aplicativo está disponível para download via Apple Store ou Google Play.

Conclusão

O Headphone Sony Extra Bass WH-XB900N é o que podemos chamar de quase perfeito. Todos os lançamentos da linha Extra Bass culminam aqui, aliando conforto, tecnologia e qualidade sonora de ponta. Com frequências bem definidas e um grave de alta qualidade, a Sony firma seu nome mais uma vez como a empresa líder nesse segmento.

O WH-XB900N começa a ser vendido nesta segunda-feira com preço sugerido de R$ 1.299,00.

O que achou do Extra Bass WH-XB900N? Deixe sua opinião dos comentários.

Modelo WH-XB900N
Conectividade Bluetooth 4.2 com NPC / Conexão P2-P2
Codec: SBC, AAC, aptX
Bateria 30 horas de duração
Resposta de frequência 20 Hz – 20.000 Hz (44.1 kHz Sampling)/20hz
40.000 Hz (amostragem LDAC 96 kHz, 990 kbps)
Impendância 50 ohm
Cor Preto, Azul
Preço R$ 1.299,00
  • Design – 10/10
  • Som – 9/10
  • Bateria – 10/10
  • Conforto – 10/10
  • Microfone – 8.5/10
  • Cancelamento de ruído – 9.5/10

9.5/10

Sony WH-XB900N é o headphone definitivo da linha Extra Bass

O WH-XB900N é a culminação de toda a linha Extra Bass, aliando qualidade sonora com tecnologia de ponta presente nos headphones mais premium da Sony

Pros

  • Design estiloso e confortável
  • Som de altíssima qualidade
  • Graves com ótimo sub-bass
  • Cancelamento de ruído
  • Assistente de voz
  • Conectividade

Cons

  • Graves são um pouco fortes demais
  • Microfone precisa de algumas melhorias

Sobre o Autor

Paulo Carmino