Tecnologia

Sony sai do MWC 2020 preocupada com coronavírus

Escrito por Paulo Carmino

Poucas horas depois da Amazon, a Sony anunciou sua decisão de se retirar do Mobile World Congress (MWC) 2020. A empresa japonesa citou preocupações sobre o surto de novos coronavírus (2019-nCoV) que começou em Wuhan e se espalhou por outros países.

sony Assim como a LG, Ericsson e Nvidia, a Sony anuncia o cancelamento de sua participação no Mobile World Congress 2020 sony reuters full 1564484117056
Imagem/Sony: A preocupação com o surto de coronavírus tem tirado muitas empresas do MWC 2020

Ao lado da Amazon e da Sony, LG, Ericsson e Nvidia, a Sony está entre os principais empresas a saírem por conta da crescente epidemia. Esta que foi declarada uma emergência global pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Como colocamos a maior importância à segurança e ao bem-estar de nossos clientes, parceiros, mídia e funcionários, tomamos a difícil decisão de deixar de expor e participar do MWC 2020 em Barcelona, ​​Espanha”, disse a Sony em um comunicado público publicado no seu portal de notícias oficial da empresa.

Sony apresenta outros caminhos

Em vez de participar do MWC 2020, a Sony agora realizará uma conferência de imprensa por meio de uma transmissão ao vivo por meio do canal oficial do Xperia no YouTube, que começará às 8h30 (horário de Brasília) no dia 24 de fevereiro.

No domingo, a Amazon, de acordo com o site 360° Gadgets, anunciou sua retirada do MWC 2020, citando preocupações com o crescimento de 2019-nCoV. Ericsson, Nvidia e LG também anunciaram na semana passada que estão saindo do MWC 2020 devido ao surto.

Segundo o G1, o número de mortos no novo surto de coronavírus ultrapassou a marca 900. O vírus tem mais de 40.000 casos de infecção por vírus confirmados globalmente.

Havia rumores de que a Sony apresentaria seu telefone principal 5G com tela 4K no MWC 2020. O telefone poderia ser chamado de Sony Xperia 1.1 ou Xperia 5 Plus. Havia rumores de que a empresa também tinha alguns novos smartphones de gama média que seriam exibidos na conferência no final deste mês.

O Mobile World Congress

O MWC 2020 é um dos principais eventos que foram impactados adversamente devido à epidemia. A GSMA enviou um e-mail na segunda-feira aos participantes anunciando várias medidas de saúde e segurança para executar a conferência deste ano – sem nenhum risco.

“Enquanto a GSMA confirma que alguns grandes expositores decidiram não comparecer este ano com outros ainda contemplando os próximos passos, continuamos com mais de 2.800 expositores”, escreveu o órgão comercial da indústria no e-mail.

Dada a expansão das retiradas do MWC 2020, parece difícil para a GSMA e os patrocinadores continuarem fortes com sua decisão de continuar fazendo os arranjos para a conferência.

Sobre o Autor

Paulo Carmino