Geek

Sisu 2020: Dicas valiosas para conquistar vaga mesmo “sem nota”

Escrito por Paulo Carmino

O Sisu 2020 está aí, e você provavelmente veio até aqui para descobrir dicas valiosas para conquistar sua vaga em uma universidade pública mesmo com uma nota abaixo das notas de corte divulgadas pelo sistema.

Em primeiro plano, vale considerar que você já venceu o Enem e agora falta vencer a concorrência por vagas. Muita gente acredita que isso é a parte mais complicada, porém, se considerar algumas “técnicas”, você pode ser dar bem no Sisu.

1 – Não esqueça do processo

Grande parte dos estudantes costumam iniciar o sistema do Sisu e aplicar a nota nas duas opções de interesse e deixar que o processo finalize. Isso não é uma boa prática para quem depende de nota para a aprovação.

Isso por que as notas corte mudam diariamente. Em alguns cursos, essa nota pode se manter estável até o final do processo. E é exatamente com isso que você deve e pode planejar suas chances.

Portanto, fique de olho na página do processo o dia todo. Sim! Consulte todas as opções possíveis. Analise calmamente as notas de cada universidade e ação afirmativa na qual você está adepto a ingressar.

Lembre-se de respeitar essas ações e deixá-las para quem realmente necessita, caso você não se encaixe na Lei de Cotas.

2 – Deixe sua ganância falar mais baixo e escolha o seu futuro

Aproveite o anseio de muitos estudantes; optar por campus de renome e cidades grandes. Obviamente muita gente faz isso por se situar mais próximo à universidade em que deseja estudar.

No entanto, não sendo o seu caso, busque o seu curso e o seu futuro. Esqueça a cidade, vá em frente. Os campi de interior são os menos disputados, exatamente por estarem ou mais distantes, ou até em cidades pequenas.

Mas saiba que isso é um ganho e tanto mais a frente. O custo de vida em cidades menores é baixo e você tem mais chances de se estabilizar.

3 – Nada muda para quem entra na chama regular ou em lista de espera

A diferença entre chamada regular e lista de espera é apenas o tempo. É claro que muitos podem perder alguns dias de aula por se matricularem depois do processo regular, mas a conquista é a mesma; a sonhada vaga na universidade federal.

Você já deve ter ouvido por aí que a “lista corre muito aqui”. Sim, existem universidades onde a lista de chamada chega a 13, 14, 15 convocações.

Isso pode ser facilmente consultado no site da universidade e é onde você pode lançar a sua vitória. Não deixe de se inscrever nas listas de espera, principalmente se sua nota estiver bem próxima à lista de espera.

4 – Consulte o histórico do Sisu em edições anteriores nos sites das universidades e trace suas chances

As notas de corte do Sisu costumam mudar a cada ano. Geralmente, elas aumentam um pouquinho em relação à última edição. Porém, em algumas edições, as notas também caem, dependendo do desempenho geral dos estudantes e de outros fatores do Enem.

Mesmo não sendo as mesmas notas, você deve e precisa consultar o histórico das edições passadas do Sisu. Esse histórico é encontrado no site de grande parte das universidades públicas.

Na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), por exemplo, é possível consultar a posição e as notas referentes aos processos, incluindo a lista de chamada, o que torna mais fácil entender a disputa por vagas e descobrir se estudantes já foram aprovados com a mesma nota que você.

Com esses dados, faça a estatística considerando vários anos e veja em qual porcentagem sua nota aprovou estudantes nos últimos anos. Quanto mais próximo aos 100%, mais chances você terá.

5 – Não conquistou sua vaga? Calma, ainda não acabou

Se você não conquistar a sua vaga no Sisu 2020.1, relaxa! O Sisu 2020.2 vem logo em seguida, no meio do ano.

As notas da segunda edição do Sisu costumam ser mais tranquilas e a disputa menos acirrada, considerando que muita gente já conseguiu sua vaga.

Os cursos são os mesmos, a conquista também. Portanto, tenha paciência e trabalhe melhor suas estratégias. Você terá mais tempo para pensar, para se planejar e para decidir onde quer estudar.

6 – Dica de Ouro

Por fim, selecionamos uma dica de ouro para você conquistar o seu lugar. Há muitos e muitos “reprovados” no Sisu na hora de apresentar os documentos na matrícula das universidades.

Isso acontece por que muita gente esquece do certificado de reservista, do histórico escolar, da comprovação de renda, enfim. São inúmeros fatores que causam a perda da vaga, o que libera uma nova chance para quem está na fila de espera.

Aproveite o tempo e não espero o Sisu acabar. Corra atrás dos seus documentos. Alguns documentos podem demorar para serem emitidos, como o certificado de reservista, que pode levar até 15 dias dependendo da junta militar.

Portanto, seja experto e não deixe nada para depois. Busque seus documentos, separe-os de forma organizada. Não perca sua vaga para o azar.

Inscrições do Sisu

As inscrições do Sistema de seleção unificado (SISU) vão até o dia 26 de janeiro. As notas de corte costumam sair às 0h durante todos os dias de inscrição. Portanto, não se esqueça de sempre analisar suas chances e conferir qual a melhor oferta em relação ao peso de notas e número de vagas.

Boa sorte!

Sobre o Autor

Paulo Carmino