Tecnologia

Seus dados na nuvem estão realmente seguros?

Escrito por Paulo Carmino

O armazenamento na nuvem se tornou algo comum no mundo conectado, mas será que esses dados estão realmente seguros? Destrinchamos para você essa pergunta

Com inúmeras opções para armazenar dados, e viabilidade de acessá-los em qualquer lugar, o uso de serviços de armazenamento em nuvem se tornou bastante comum atualmente. Desde 2013, o número de usuários da nuvem aumentou de 2,4 bilhões para 3,6 bilhões em 2018.

Se você fez o backup da galera da câmera do seu celular na internet, você é um deles. Mas, ao fazer isso, você já ficou cético se está seguro nas mãos do seu provedor de nuvem? Ou essa conveniência superior traz riscos em potencial, como violação de dados ou eliminação de dados?

Este artigo, criado com a ajuda da Minitool, ajudará você a entender a segurança dos seus dados na nuvem. Analisaremos quais são as preocupações que o armazenamento na nuvem pode enfrentar, como os provedores lidam com esses problemas e quais os meios de você proteger seus dados.

Preocupações com o armazenamento em nuvem

Segurança

Do backup de fotos pessoais a documentos importantes que precisam ser úteis, nós armazenamos uma variedade de dados na unidade de armazenamento local. Mas enviá-lo para a nuvem significa que corremos o risco potencial de comprometer os dados nas mãos do provedor de serviços ou dos hackers.

Confiabilidade

Outra grande preocupação quando se trata de nuvem é a confiabilidade. Você não deseja armazenar seus dados em um sistema ou provedor instável, propenso a falhas. Embora existam muito poucas chances de falha com um provedor de serviços em nuvem popular, há possibilidades de que todo o sistema possa falhar.

Como os serviços em nuvem lidam com essas preocupações

Quando os usuários confiam no provedor de nuvem, é sua responsabilidade fornecer a melhor segurança e confiabilidade. E para garantir isso, a maioria dos provedores segue uma combinação de métodos e práticas de segurança. Embora todo provedor possa atender a diferentes funcionalidades e recursos de segurança, aqui estão algumas das práticas de segurança comuns que eles seguem:

Criptografia de dados

Serviços de armazenamento em nuvem costumam usar criptografia para proteger seus dados armazenados na internet. Isso significa que seus dados são convertidos em um arquivo oculto que é sem sentido lógico quando armazenado. E você precisa de uma chave de descriptografia para decifrar que é fornecida apenas à parte autorizada. Quando seus dados são armazenados e criptografados, a chave é passada para você, para que possa acessá-lo quando quiser.

Autenticação

A autenticação é um mecanismo comum para acessar os dados da nuvem. Permite o acesso dos dados apenas à pessoa autorizada. Existem vários métodos de autenticação, mas o principal é a autenticação por meio de um nome de usuário e senha.

Autorização

icloud no iphone
icloud no iphone

A autorização possibilita o compartilhamento seguro de dados privados. Aqui, o usuário pode conceder acesso aos dados armazenados na nuvem para as outras pessoas. A autorização pode vir em diferentes níveis, como um limite de acesso fornecido ao arquivo. Um dos melhores exemplos disso é o Google Docs, que permite fornecer autorização para visualizar, comentar ou editar o arquivo.

Redundância

A redundância é o método para mitigar a falha do serviço duplicando várias cópias dos dados. Portanto, se os dados reais forem corrompidos ou o serviço enfrentar alguns problemas, o usuário poderá acessar as versões de backup. Isso garante que os usuários possam acessar os dados a qualquer momento, mesmo durante falhas não planejadas do sistema. A maioria dos provedores de armazenamento em nuvem de renome faz backup dos dados em servidores específicos, geralmente pelo menos em três locais.

Então, seus dados na nuvem são seguros?

Segurança de dados na nuvem
A Amazon afirma ter 99,99999999999% de confiabilidade, enquanto o Google 99,9%, é o bastante?

Levando em consideração as medidas de alta segurança adotadas por esses provedores de armazenamento na nuvem, conforme citado acima, seus dados na internet estão seguros. Mas isso não significa que não seja hackeável ou à prova de falhas. Até fornecedores como Google e Amazon não pretendem fornecer 100% de confiabilidade. A Amazon afirma ter 99,99999999999% de confiabilidade (11 vezes 9) em seu site, e o Google até 99,9% de confiabilidade no G Suit Service Level Agreement. Obviamente, há chances quase insignificantes de falha, mas 99,9% não está nem perto de ser considerado não confiável.

Quando se trata de segurança, há chances de que os dados criptografados possam ser quebrados, mas isso exigiria uma quantidade imensa de poder e tempo de processamento, o que torna quase impossível. E se você quiser levar a proteção de dados na nuvem um passo adiante, considere as seguintes medidas:

Combinar backup local e na nuvem

Armazenar seus dados na internet para fazer backup é uma boa ideia, mas um backup adicional no armazenamento local, como um o desktop ou o disco rígido oferecem mais confiabilidade. Ele também garante que você tenha acesso aos seus dados, mesmo quando estiver offline ou em caso de inatividade prolongada.

Aplique senhas fortes

O ataque massivo ao iCloud da Apple, que questionou sua segurança de armazenamento em nuvem, foi na verdade o resultado de vulnerabilidades no sistema de segurança de senhas da empresa. A nuvem em si não foi invadida, mas as senhas fracas e imagináveis das contas foram o verdadeiro motivo. Isso significa que você precisa estar vigilante em relação à senha da sua conta.

Siga as práticas recomendadas para criar uma senha forte, como uma combinação de números, símbolos, letras maiúsculas e minúsculas, evite usar uma palavra do dicionário, use a substituição de caracteres e, o mais importante, não use uma senha comum e fácil de adivinhar.

Evite armazenar informações confidenciais

Embora os métodos de segurança mantenham seus dados seguros na nuvem, sendo um serviço direcionado à Internet, sempre há chances de riscos e vulnerabilidades. Se você é altamente vigilante sobre seus dados confidenciais, evite armazená-los em sua nuvem.

Em vez disso, você pode criptografar e armazenar em vários armazenamentos locais. Se você deseja manter os arquivos confidenciais à mão e protegidos ao mesmo tempo, use um aplicativo de cofre como o Digital Private Vault. Ele oculta e bloqueia seus dados, como fotos, vídeos e notas no próprio telefone, e somente você pode acessá-lo quando necessário.

Use Criptografia

Criptografe seus dados antes de fazer o upload para a nuvem para fornecer uma camada adicional de segurança. A criptografia local antes do upload não apenas protege seus dados contra hackers, mas também contra os provedores de nuvem. Existem muitos aplicativos de criptografia disponíveis no mercado que tornam esse processo um pouco mais fácil.

Seguindo todos os passos acima, dificilmente seus dados podem parar em mãos erradas, já que estará diminuindo ainda mais os riscos de vazamento, que normalmente já são baixos em serviços de armazenamento na nuvem.

Sobre o Autor

Paulo Carmino