Tecnologia

Samsung Galaxy S20 Ultra traz câmera e tela espetaculares

Escrito por Paulo Carmino

Samsung Galaxy S20 Ultra traz melhorias expressivas em câmera e tela, a um preço que poucos podem pagar

O Galaxy S20 Ultra da Samsung chegou ao Brasil no último dia 11 com a missão de ser um dos melhores smartphones do mercado, seja competindo com os topos de linha do ecossistema Android, ou com seu principal oponente, o o iPhone 11 Pro Max.

Para esse novo lançamento, a Samsung resolveu quebrar a sequência numérica que identifica seus aparelhos topo de linha, mostrando ao mercado que está dando um salto em tecnologia e qualidade: do Galaxy S10 fomos direto ao S20, o modelo que marca o início da nova década.

Mas, será que todo esse hype se traduz em vitória? O Galaxy S20 Ultra é mesmo o topo de linha a se comprar em 2020. Confira na análise abaixo:

Design

O display do Galaxy S20 Ultra ocupa quase toda a área frontal do aparelho

O S20 Ultra é um aparelho muito bem acabado, como esperado da linha Galaxy S. A frente e a traseira do smartphone são cobertas por painéis de vidro Gorilla Glass 6, que possuem as bordas curvadas em direção a uma moldura metálica que envolve todo o aparelho, conferindo assim um aspecto refinado. O aparelho pode vir nas cores Cosmic Gray (cinza) e Cosmic Black (preta), visível apenas na traseira do aparelho, pois a frente é toda tomada pelo display, que avança até o limite das bordas. Vale observar que este design, com a tela ocupando praticamente toda a frente do aparelho, vem tornando os smartphones cada vez mais parecidos, quando olhados de frente.

Na lateral direita do aparelho encontramos as teclas de volume e bloqueio/liga-desliga, enquanto a lateral esquerda é completamente lisa. Na parte superior encontramos a gaveta única para Sim Card e cartão microSD. Na parte inferior do aparelho, encontramos as saídas de alto-falante e a porta USB-C. O S20 Ultra possui certificação IP 68, que confere resistência a poeira e a imersão em água por até 30 minutos.

Galaxy S20 Ultra sobre livro em uma mesa
A cor do aparelho aparece apenas na traseira, que comporta o ressalto formado pelo conjunto de câmeras

Um diferencial que havia entre a linha Galaxy S e a linha iPhone era a presença do conector P2 de 3,5 mm para fones de ouvido. Entretanto, seguindo o Galaxy Note 10, a Samsung também removeu o conector P2 do Galaxy S20. Agora só é possível ligar ao aparelho fones com conexão USB-C, ou então fones bluetooth, como os Galaxy Buds+, e caso queira usar seu fone com conexão P2, será necessário usar um adaptador, não fornecido com o aparelho.

O conjunto de câmeras é um elemento que ao mesmo se destaca pela qualidade de imagem, e destoa do design do aparelho. Um bloco na cor preta, com câmeras e flash embutidos, que parece ter sido simplesmente anexado ao aparelho, criando um ressalto notável na traseira do aparelho. Esse ressalto pode incomodar, caso você apoie o aparelho em uma superfície e vá utilizá-lo para digitar uma mensagem, ele vai vai balançar pela diferença que esse bloco causa no apoio do aparelho. Você vai querer colocar uma capa para compensar esse ressalto das câmeras, e talvez seja o preço para ter um dos melhores conjuntos de câmera do mercado.

Câmera de cinema

Infográfico do sistema de cãmeras do Samsung Galaxy S20 Ultra
Sistema de câmeras quádrupla do S20 Ultra.

A Samsung trabalhou para que as câmeras da linha Galaxy S20 fossem o grande diferencial para seus consumidores trocarem de aparelho, e o S20 Ultra levou esse diferencial ao extremo de performance e qualidade, com o sistema de câmeras mais avançado do mercado brasileiro atualmente. Veja como as fotos à luz do dia fica espetaculares:

Foto de longe do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro
As fotos tiradas à luz do dia possuem excelente qualidade, com ótimo alcance dinâmico

O conjunto principal possui quatro lentes: uma grande-angular de 108MP, uma telefoto de 48MP, uma ultra ultra-wide de 12MP e a lente DepthVision, que mede a distância entre o aparelho e o objeto fotografado, o que desfoca o fundo e dá o efeito de “modo retrato”. A câmera frontal tem um sensor de 40MP.

Retrato de um homem com fundo desfocado
O desfoque no fundo das fotos apresenta um resultado mais natural com o DepthVision, presente no S20 Ultra

O DepthVision também serve para reconhecer ambientes em realidade aumentada e escanear objetos, com o uso de apps da Samsung. Além disso, contribui para a captura de mais luz à noite, o que melhora a qualidade das fotos e dos vídeos

Show da Daniela Mercury fotografado com o Galaxy S20 Ultra
O Galaxy S20 Ultra consegue fazer excelentes registros fotográficos mesmo em condições de baixa luminosidade

As câmeras são capazes de tirar fotos e gravar em 8K a 24 fps, além de contarem com um sensor poderosíssimo de 1/1.33″ (quase três vezes maior que o do S10), que captura mais luz e detalhes. Com uma conexão 5G, o smartphone é capaz até de transmitir ao vivo com essa qualidade.

Outro recurso interessante é o SpaceZoom, que tem capacidade de aproximação de até 100x. Esse recurso combina o zoom óptico de 10x com o Super Resolution Zoom, um modo de aproximação digital feito com auxílio de inteligência artificial em tempo real.

Esse recurso é realmente útil e traz excelentes oportunidades para fotos, porém o usuário aproveita a capacidade até 30x. Acima disso é mais “para brincar” e por curiosidade do que chance de tirar fotos com qualidade.

Imagem demonsta niveis de zoom do Galaxy S20 Ultra, com o Cristo Redentor
SpaceZoom possui uma incrível capacidade de aproximação de até 100x, entretanto percebemos um resultado sem perda de qualidade até 30x

Falando em espetáculos, vamos comentar sobre os vídeos em 8K. Por mais que seja um recurso (e uma capacidade) incrível, o 8K ainda é uma realidade distante para nós. É que a maioria das TVs no mercado atualmente nem possuem capacidade para exibir vídeos numa resolução tão alta. Na prática, gravar em 8K vai apenas consumir mais bateria e memória do smartphone.

Já gravar em 4K, com 60fps, é uma opção mais interessante e viável. O vídeo fica definido, com cores vivas e um balanço de brancos sempre regulado. É possível também, durante uma gravação, passar da câmera traseira para a frontal. Assim, quem estiver gravando pode se incluir nos vídeos de maneira dinâmica. 

Outro recurso que dá para usar durante uma gravação é autofoco em tempo real, que usa a tecnologia da lente DepthVision para desfocar o fundo e dar aquele efeito de “modo retrato” no vídeo.

Tela é um espetáculo para os olhos

Mão segura Galaxy S20 Ultra com jogo Monument Valley 2 na tela
Tela de 6,9 polegadas pode funcionar à taxa de atualização de 120 Hz, para transições de sistema mais suaves, e melhor jogabilidade para os gamers

Grande destaque do Galaxy S20 Ultra, a tela do tipo Dynamic AMOLED possui 6,9 polegadas com resolução de 1440 x 3200 pixels, que ocupam quase completamente a parte da frente. As bordas discretas resultantes dão um efeito de tela infinita.

A câmera no estilo hole punch ocupa um espaço discreto, aumentando a área útil da tela. O sensor de impressões digitais encontra-se sob a tela, uma inovação surgida na linha Galaxy S10 e também presente na linha Note 10, além de aparelhos mais recentes da linha Galaxy A.

Tela do Galaxy S20 Ultra destacando a câmera frontal
Câmera frontal no estilo hole punch e bordas laterais mínimas garantem máximo aproveitamento da tela do Galaxy S20 Ultra

Aliás, como se tamanho e resolução não fossem suficiente, o modelo ainda conta com capacidade de rodar uma refresh rate de 120Hz. Esse recurso permite uma rolagem suave, com transições de tela sem interrupções. A resposta rápida e precisa ao toque proporciona, também, uma jogabilidade mais responsiva para os aficionados em games. 

Como esse modo de exibição consome 10% a mais de bateria, segundo a própria Samsung, e reduz a resolução da tela para 1080 x 2300 pixels, o aparelho vem no modo padrão de 60Hz. Assim, o usuário precisa acessar as configurações do smartphone para escolher o modo de frequência mais alta. Mas acredite: é um pequeno sacrifício que vale muito à pena, essa é possivelmente a melhor tela já testada pelo Showmetech.

O usuário pode configurar outras características do display, como perfil de cores e filtros de luz. No uso cotidiano, a tela é excelente em qualquer ângulo e em qualquer condição de ambiente, como esperado de um topo de linha da Samsung.

Performance de PC em um smartphone

O S20 Ultra vem equipado com o processador Exynos 990, memória RAM de 12 a 16GB e armazenamento interno de 128 a 512GB, com expansão de até 1TB por meio de cartão de memória microSD. Nos principais benchmarks de performance de smartphones, o aparelho passa à frente de todos os Android disponíveis no mercado. No uso cotidiano, o que percebemos é um funcionamento suave, sem engasgos ou atrasos, como esperado de um telefone high end.

Galaxy S20 Ultra com Android 10 escrito na tela
S20 Ultra vem equipado com Android 10, a última versão do sistema operacional do Google

O smartphone traz o Android 10, a última versão lançada pelo Google que conta com funcionalidades como o Modo Escuro, que transforma a interface do sistema e dos aplicativos para cores escuras, e o Modo Focado, em que você desativa temporariamente aplicativos que possam criar distrações, para você manter o foco na sua produtividade.

O S20 Ultra também conta com a One UI 2, a interface de sistema desenvolvida pela Samsung, que adiciona mais funcionalidades ao Android 10, como a gravação da tela e melhorias na navegação por gestos. Uma funcionalidade interessante que a linha S20 oferece é o Music Share, que permite o compartilhamento de músicas entre aparelhos mantendo apenas um deles conectado a um sistema de som. A funcionalidade, entretanto, funciona apenas se os demais aparelhos também estiverem rodando o Android 10.

Outro destaque do S20 Ultra é a Bixby, a assistente pessoal da Samsung. Para a linha S20 (e outros modelos selecionados da Samsung), ela é capaz de entender o português brasileiro, e sua integração com aplicativos de terceiros facilitam a vida do usuário do smartphone.

O S20 Ultra possui conectividade 5G, que quando chegar ao Brasil será capaz de transferir até 10 gibabits por segundo (10 vezes mais rápido que o atual 4G). O modem, entretanto, não é integrado ao processador, aumentando o consumo de energia e reduzindo a autonomia do aparelho, um ponto sensível nas gerações anteriores da linha Galaxy S.

Bateria

Mão segura Galaxy S20 Ultra, com conteúdo da Netflix na tela
Bateria do S20 Ultra foi pensada para suportar a alta performance do aparelho, e garante até 2 dias de carga

Para uma grande performance, uma grande bateria. Depois de anos recebendo críticas pela baixa autonomia dos modelos da linha Galaxy S, a Samsung instalou no S20 Ultra uma bateria de 5.000 mAh, uma das maiores do mercado de smartphones, para dar suporte a todas as funcionalidades do aparelho. Certamente ela será um divisor de águas para aqueles que viam na autonomia um empecilho para compra do smartphone da Samsung.

Segundo a empresa, o S20 Ultra pode ficar até dois dias longe da tomada, mas certamente o uso intensivo do aparelho reduz esta marca. Quando optamos por usar a taxa de atualização de tela de 120Hz, a bateria durou até o final do dia, porém não iria conseguir chegar ao dia seguinte. Se o usuário estiver criando conteúdo em alta definição, como vídeos em 8K ou até mesmo 4K, a bateria vai consumir mais rápido ainda que o normal. E ainda, quando o 5G tiver disponibilidade pelas operadoras de telefonia, será também mais um fator a reduzir a autonomia do aparelho.

Para uma bateria tão grande, o carregamento precisa ser compatível. E o S20 Ultra vem equipado com Super Fast Charging de 45W (carregamento rápido que garante 70% de carga em apenas meia hora), Fast Wireless Charging 2.0 de 15W (carregamento rápido sem fio) e Wireless PowerShare (compartilhamento de bateria, que funciona com outros smartphones ou wearables, como os Galaxy Buds, que suportam carregamento sem fio).

Galaxy S20 e seus irmãos menores, S20 e S20+

Traseira Galaxy S20 S20+
Galaxy S20 e S20+ são opções mais simples principalmente no sistema de câmeras, mas trazem toda a tecnologia do S20 Ultra

Além do S20 Ultra, a nova linha da Samsung possui os modelos S20 e S20+. As maiores diferenças em relação ao Ultra são o sistema de câmeras, o tamanho do aparelho e da tela, a capacidade da bateria e, obviamente, os preços. Nós também testamos esses dois modelos.

As especificações de câmera são as mesmas no S20 e no S20+: a câmera frontal é de 10 MP e as traseiras são de 12 MP (grande-angular, ultra-wide) e 64 MP (telefoto), entretanto o S20+ adiciona o sensor DepthVision presente também no S20 Ultra. As câmeras são capazes de tirar fotos em 8K e 4K e gravar em HDR10+. O conjunto possui zoom óptico de 3x, que combinado ao zoom digital de 10x atinge ampliações de até 30x.

O S20 tem tela de 6.2 polegadas e o S20+ é ligeiramente maior, com 6.7 polegadas. Ambos suportam a refresh rate de 120Hz. Já a capacidade da bateria é 4000mAh no S20 e 4500mAh no S20+.

Conclusão

Módulo de câmera do Samsung Galaxy S20 Ultra
Melhor qualidade de fotografia e vídeo é um dos principais argumentos na escolha de um smartphone, e a Samsung levou a sério a criação deste incrível conjunto do Galaxy S20 Ultra

O S20 Ultra é o melhor smartphone Android vendido no Brasil atualmente. Ele e os demais modelos da linha S20 mostram que a Samsung passou por uma evolução enorme, em comparação aos S10 e S10+ lançados em 2019. 

O Ultra no seu nome remete a várias de suas características, desde o design até a performance. E isso inclui seu preço. O modelo é vendido a partir de R$ 7.999, um valor elevado para a maioria dos usuários. Vale o investimento? Vale, se você puder pagar por isso. Mas fica a dúvida, será que um smartphone deveria custar tanto?

O Samsung Galaxy S20 Ultra pode ser encontrado em duas versões: a de de 128 GB de armazenamento e 12 GB de RAM, na cor Cosmic gray (cinza), sai por R$ 7.999. Já a versão de 512 GB de armazenamento e 16 GB de RAM, na cor Cosmic black (preto), sai por R$ 8.499.

Especificações Técnicas

Modelo Samsung Galaxy S20 Ultra
Processador Exynos 990
Tela 6.9″
Display Dynamic AMOLED Quad HD Plus
Suporte para HDR10+
Taxa de atualização (refresh rate) de 120Hz
Sensor de toque de 240Hz
Câmera Principal Câmera Quádrupla
108MP, 1/1.33″, f/1.8, .8µm – Grande-angular
12MP, f/2.2, 1.4µm – Ultra-wide
48MP, f/3.5, .8µm – Teleobjetiva
Sensor DepthVision (ToF)
SpaceZoom Zoom híbrido (óptico e digital) de 10x
Super Resolution Zoom de até 100x
Câmera Principal (vídeos) 8K, 4K, Full HD, HD
Câmera Frontal 40MP, f/2.2, .7µm, AF
Memória RAM 12 ou 16GB
Armazenamento Interno 128 ou 512GB
Armazenamento Externo Até 1TB
Resistência a água e poeira Sim, certificação IP68
Áudio Som estéreo (2 alto-falantes)
Entrada USB-C Sim
Bateria 5000mAh
Sistema Android 10 com interface One UI 2.0
Cores Cosmic gray (cinza) e cosmic black (preto)
Preço 128 GB, na cor Cosmic gray (cinza) – R$ 7.999 
512 GB, na cor Cosmic black (preto) – R$ 8.499

Sobre o Autor

Paulo Carmino