Tecnologia

saiba as diferenças entre os modelos W9, E9, C9 e B9

Conheça as principais características de cada Smart TV OLED LG e escolha a que melhor se encaixa na sua sala (e no seu bolso!)

A LG é uma das maiores fabricantes de Smart TV do mundo e é frequente que a marca esteja envolvida no desenvolvimento de novas tecnologias para o setor. Em 2019, por exemplo, a sul-coreana investiu pesado na sua linha de televisores topo de linha, aqueles com painéis OLED e NanoCell. Além de oferecer maior qualidade de imagem e design sofisticado, os modelos trazem um sistema baseado em inteligência artificial e que é capaz de aprender com o usuário.

E se você está de olho em alguma Smart TV OLED LG, já deve ter observado que a marca oferece modelos de diversos tamanhos, faixas de preço e especificações. Para te ajudar a escolher qual deles é o melhor pra você, preparamos um breve comparativo elencando o que cada um tem de melhor a oferecer. Confira:

O que é o OLED?

O maior diferencial das telas OLED é a ausência da luz de fundo que ilumina os pixels

Antes de partirmos pras TVs em si, vale uma breve explicação sobre o que é o OLED, sigla em inglês para Diodo Orgânico Emissor de Luz. Bastante difundidas entre os smartphones, as telas OLED se diferenciam das telas LED por não precisarem de iluminação auxiliar: basicamente, enquanto uma tela LED precisa de um conjunto de LEDs iluminando o painel que forma a imagem, o OLED consegue iluminar cada pixel individualmente, pois cada um desses pixels é formado por um diodo (daí o nome) que se ilumina com a passagem de uma corrente elétrica.

Além de economizar energia, visto que os pixels pretos ficam desligados nesse tipo de painel, as telas OLED costumam ter cores mais vivas e um contraste mais preciso, já que cada pixel é controlado individualmente. Numa tela LED comum, é como se cada pixel fosse uma janela de vidro com uma grande lâmpada atrás, neste caso, o LED. Ao ligar a lâmpada, a luz atravessa o vidro e é filtrada por ele, assumindo sua cor.

Já nas telas OLED, seguindo esta mesma analogia, o vidro das janelas teria a capacidade de “se iluminar sozinho”, o que, na prática, lhe daria muito mais precisão sobre o tom de cor e sobre o brilho que emitem.

Demonstração burn in
O Burn-In se manifesta como uma marca na tela, podendo ser permanente ou temporária

Ainda sobre as TVs OLED, muito se especula sobre este tipo de painel se degradar com o tempo, apresentando o chamado burn-in. Resumidamente, o burn-in ocorre quando uma determinada imagem é exibida por longos períodos e cria uma espécie de marca d’água na tela, ficando visível sobre outros conteúdos – como uma espécie de “imagem fantasma”.

Apesar de ser um medo compreensível, toda e qualquer tecnologia de tela pode adquirir burn-ins, até mesmo as antigas TVs CRT “de tubo” apresentavam essa falha. Para contornar o problema, além da tecnologia OLED ter se aprimorado com o passar dos anos, a maioria dos equipamentos com ela, principalmente as TVs que têm uma longa vida útil, dispõem de recursos que evitam (e muitas vezes até corrigem) o aparecimento dessas marcas.

Smart TV OLED LG B9

Smart TV OLED LG b9 Imagem Promocional
A B9 é o modelo de entrada das Smart TVs OLED da LG (Imagem: LG)

A LG OLED B9 é o modelo de entrada das smart TVs LG com este tipo de painel. Existem modelos equipados com o processador Alpha 7 de 2ª geração, e modelos mais recentes podem contar com processador Alpha 9 de 2ª geração. A B9 apresenta recursos como o AI Picture, o AI Sound e o AI Brightness.

Segundo a própria LG, o AI Picture permite que o processador compare a imagem exibida com um vasto banco de imagens armazenado na própria TV. Depois de reconhecer do que se trata a imagem exibida, o processador então é capaz de aprimorar texturas, nitidez, cores e resolução. É como se a TV aprendesse o que está exibindo para então aprimorar a qualidade do conteúdo.

Demonstração AI Picture
O AI Picture utiliza inteligência artificial para aprimorar as cores, nitidez e contraste da imagem exibida (Imagem: LG)

O AI Sound e o AI Brightness partem do mesmo princípio, mas o primeiro faz isso com sons e o segundo utiliza um sensor para detectar a luminosidade do ambiente e assim ajustar o brilho da TV no nível ideal.

Fora o descrito acima, a LG B9 oferece tudo o que se espera de um televisor sofisticado: design minimalista, painel OLED de última geração, surround virtual 5.1 com 40W de potência e HDR10 Pro, um recurso que deixa as cores mais vivas na tela. Além disso, para evitar aquele emaranhado de fios atrás da TV, o modelo também traz um organizador de cabos.

Ficha técnica da LG B9:

  • Telas de 55 e 65 polegadas;
  • Processador Inteligente A7 ou A9 de 2ª Geração com Inteligência Artificial – Deep Learning;
  • Imagem AI / Som AI / Luminosidade AI;
  • Som 2.2ch 40W Dolby Atmos®;
  • 4K Cinema HDR: Dolby Vision, Advanced HDR by technicolor, HDR10 Pro, HLG Pro;
  • Tecnologia LG ThinQ AI (Inteligência Artificial) com Reconhecimento de Voz em Português;
  • Magic Remote;
  • Preço: R$ 5.414,05 à vista (55 polegadas)

Smart TV OLED LG C9

Smart TV OLED LG C9 Imagem Promocional
Todas as TVs da linha OLED da LG se integram à Amazon Alexa, ao Google Assistente e ao Apple Homekit (Imagem: LG)

A segunda Smart TV OLED LG que listaremos é a C9, modelo que compartilha uma boa parte de suas características com a B9. A principal vantagem deste modelo, no entanto, é o processador Alpha 9 de 2ª Geração, muito mais potente e capaz de operar os recursos do sistema com mais agilidade. Na prática, a C9 tem os mesmos recursos da B9, mas conta com um design mais sofisticado e é mais rápida.

Assim como toda a linha 2019 de Smart TV OLED LG, a C9 se integra ao Google Assistente e à Amazon Alexa, podendo responder aos comandos de ambos assistentes virtuais. Para quem tem iPhone ou iPad, toda a linha também é compatível com o AirPlay, função que permite transmitir vídeos e músicas de dispositivos Apple para a TV, e com o HomeKit, que permite à TV ser controlada pela Siri.

Ficha técnica da LG C9:

  • Telas de 55, 65 e 77 polegadas;
  • Processador Inteligente a9 de 2ª Geração com Inteligência Artificial – Deep Learning;
  • Imagem AI / Som AI / Luminosidade AI;
  • Som 2.2ch 40W Dolby Atmos®;
  • 4K Cinema HDR: Dolby Vision, Advanced HDR by technicolor, HDR10 Pro, HLG Pro;
  • Tecnologia LG ThinQ AI (Inteligência Artificial) com Reconhecimento de Voz em Português;
  • Magic Remote;
  • Preço: R$ 6.079,05 à vista (55 polegadas)

Smart TV OLED LG E9

mart TV OLED LG E9 Imagem Promocional
A LG E9 é a TV mais sofisticada da marca com painel OLED à venda no país (Imagem: LG)

A E9 foi a última da linha Smart TV OLED LG a chegar no Brasil. Assim como todas as TVs listadas neste artigo, o modelo traz a tecnologia LG ThinQ AI, que é basicamente a junção dos já citados AI Picture, AI Sound e AI Brightness num sistema também baseado em inteligência artificial, capaz de reconhecer comandos de voz e aprender as preferências do usuário com o tempo. Também como no resto da linha, ainda há a resolução 4K e as tecnologias HDR10 Pro e HDR Advanced.

Como diferenciais, a E9 traz som surround com 4.2 canais, em vez dos 2.2 canais dos modelos anteriores, e um design mais sofisticado também, com uma barra de apoio na parte inferior da TV que a acompanha de ponta a ponta. Nos demais quesitos, a E9 é praticamente igual aos modelos já citados, trazendo pretos profundos, devido a iluminação individual de cada pixel, cores brilhantes e um amplo ângulo de visão.

Ficha técnica da LG E9:

  • Telas de 55, 65 e 77 polegadas;
  • Processador Inteligente a9 de 2ª Geração com Inteligência Artificial – Deep Learning;
  • Imagem AI / Som AI / Luminosidade AI;
  • Som 4.2ch 40W Dolby Atmos®;
  • 4K Cinema HDR: Dolby Vision, Advanced HDR by technicolor, HDR10 Pro, HLG Pro;
  • Tecnologia LG ThinQ AI (Inteligência Artificial) com Reconhecimento de Voz em Português;
  • Magic Remote;
  • Preço: R$ 18.049,05 à vista (65 polegadas)

Smart TV OLED LG W9

Sendo a mais sofisticada das TVs LG OLED 4K, a W9 é uma Wallpaper TV, ou seja, é tão fina que fica rente à parede, quase como um “Papel de parede”, traduzindo literalmente o termo. Para produzir uma TV com apenas 3,81 mm de espessura, a LG precisou separar painel e componentes eletrônicos, transformando o televisor em dois aparelhos que se conectam: enquanto todos os conectores e circuitos da TV ficam numa base que mais parece um soundbar, apenas o painel OLED é grudado na parede.

Graças ao design sofisticado da base e ao discreto cabo que a conecta à tela, a W9 parece mesmo estar “colada” na parede. Infelizmente, o modelo não está disponível para compra no Brasil, mas para os sortudos que podem comprá-la no exterior, é possível fazê-lo nos tamanhos de 65 e 77 polegadas – desde que se tenha alguns milhares de dólares ou euros sobrando, é claro.

Ficha técnica da LG W9:

  • TV de papel de parede;
  • Processador Inteligente a9 de 2ª Geração com Inteligência Artificial – Deep Learning;
  • Som 4.2ch 60W Dolby Atmos®;
  • Assistente do Google | Alexa;
  • Tecnologia LG ThinQ AI (Inteligência Artificial) com Reconhecimento de Voz em Português – Instead of WebOS e Tecnologia ThinQ AI key feature;
  • Imagem AI / Som AI / Luminosidade AIs;

Bônus: Smart TV OLED LG Z9

Se a LG OLED W9 já parecia distante da nossa realidade, a Z9, a maior e mais cara TV de toda a linha, parece ter vindo de outro planeta. No entanto, vale citar algumas características do modelo a título de curiosidade, visto que essa é a primeira TV 8K da LG a ser produzida para o mercado:

Só para termos uma ideia, a resolução 8K é duas vezes maior que o 4K, permitindo que uma TV com 88 polegadas como essa tenha a mesma densidade de pixels que uma TV UHD (4K) de 42 polegadas. O design da LG OLED Z9 foi inspirado em outro televisor famoso da marca, a LG SIGNATURE OLED R: responsável por conferir à LG mais de 70 prêmios de design, ela tinha um visual similar ao da Z9, mas contava com uma tela flexível, capaz de retrair-se para dentro da base quando a TV era desligada.


E você, gostou do nosso comparativo de TVs OLED da LG? Interaja conosco e nos dê a sua opinião utilizando o campo de comentários abaixo!

Fontes: Zoom, LG