Tecnologia

Quase 80% dos brasileiros fazem compras pelo smartphone, afirma pesquisa

Escrito por Paulo Carmino

No Brasil, quase 75% das empresas entrevistadas afirmam ter um site adaptado e responsivo para compras pelo smartphone

O mercado de smartphones já avançou tanto que hoje em dia os aparelhos já se tornaram indispensáveis em muitas atividades rotineiras. As vendas estão aumentando cada vez mais, o que significa que cada vez mais pessoas utilizam seu smartphone para, dentre outras coisas, fazer suas próprias compras online. Por isso, expressões como “mobile first” ou “mobile only” também estão se tornando cada vez mais usadas e conhecidas.

Pensando nisso, o PayPal, maior empresa de pagamentos online do mundo, encomendou uma pesquisa feita de forma global pela Ipsos para conhecer um pouco mais sobre esse hábito e também entender como a venda pelas smartphones está aumentando em cada país e as lojas estão se adaptando a esse novo tipo de comércio.

Brasil é um dos países onde há mais consumidores que compram pelo celular

Compras pelo smartphone crescem no Brasil

A pesquisa teve três pilares principais:

  • O comportamento dos consumidores na hora de fazer as compras e realizar os pagamentos através do smartphone;
  • O que mais dá incentivo para esse hábito e também o que pode ser uma barreira;
  • O quanto os consumidores estão sendo cativados por esse tipo de compra online.

Foram 22 mil consumidores e 4.600 lojistas entrevistados. Desses, dois mil consumidores e 500 lojistas são brasileiros. Uma das principais descobertas pela pesquisa é que quase 80% dos consumidores fizeram compras via smartphones nos últimos 6 meses. É uma porcentagem alta, porém 37% das empresas globais ainda não se adaptaram a isso, ou seja, não contam com um site responsivo e adaptado para telas de smartphones.

No Brasil esse número cai para 25%, o que quer dizer que 75% das lojas já estão ligadas e adaptadas a esse tipo de consumo. O motivo é simples e o próprio IBGE já anunciou: smartphones acabam se tornando a opção mais barata de se ter acesso à internet e redes sociais.

Praticamente 75% das lojas brasileiras tem site adaptado para compras pelo smartphone
Praticamente 75% das lojas brasileiras tem site adaptado para compras pelo smartphone

Situação em outros países

O país que lidera nesse mercado é a Índia, onde 92% das pessoas entrevistadas afirmaram que usam o smartphone para fazerem compras. Lá, 81% dos comerciantes estão preparados essa prática isso e contam com sites responsivos e adaptados.

Na Europa, quem passa na frente é a Itália, com 83% dos consumidores usando o smartphone para fazer compras. Porém, apenas 65% das empresas do país contam com um site otimizado para o processo.

Surpreendentemente, os Estados Unidos e o Japão tiveram uma porcentagem ainda menor de lojas adaptadas para compras pelo smartphone. Enquanto o país norte-americano conta com 65% das empresas preparadas, no Japão esse número cai pra 49%.

Dados importantes da pesquisa do PayPal

Abaixo, reunimos alguns dados importante e destaques da pesquisa encomendada pela PayPal e feita pela Ipsos aqui no Brasil:

O que dizem os consumidores

Segundo a pesquisa de mercado, 76% dos brasileiros entrevistados disseram que usam dispositivos móveis (celulares, tablets) para fazerem compras ou realizarem pagamentos online. Deste número, 60% afirma que realizam tais ações pelo menos uma vez por semana. A pesquisa ainda divulgou o tíquete médio do consumidor online no Brasil, que fica em torno de R$ 503 por mês.

Importante ressaltar que 66% dos brasileiros acessam sites de compras e serviços por pelo menos uma vez ao dia. Essa média é maior que a porcentagem global, que soma 56%. Dentre a estatística brasileira, 70% dos considerados millenials (pessoas que atingiram a vida adulta nos anos 2000) procuram o que comprar pelo smartphone por pelo menos uma vez ao dia.

O que dizem os varejistas

Magalu, como é mais conhecido o Magazine Luiza, tem uma atuação em mídias sociais e apps extraordinária. Quem lembra do Bug da Lu?
Magalu, como é mais conhecido o Magazine Luiza, tem uma atuação em mídias sociais e apps extraordinária. Quem lembra do Bug da Lu?

Para acompanhar tamanho demanda e essa mudança de hábitos rapidamente, 74% dos lojistas brasileiros garantiram que possuem a versão mobile (para smartphones e tablets) otimizada de suas lojas. Inclusive, 52% dos varejistas já garantiram estar vendendo produtos e serviços via aplicativo e redes sociais, assim como promoverem promoções apenas pelo celular – quem lembra do “bug da Magalu”?

Ainda que o número de lojistas adaptados seja ótimo, se comparado a outros mercados, essa estatística pode ficar ainda melhor dentro de 12 meses, já que 40% dos lojistas dos 26% que não estão prontos para o comércio via mobile, afirmaram que é a prioridade no próximo ano.

A seguir, confira todos os pontos levantados pela pesquisa:

  • 76% dos consumidores pesquisados disseram usar dispositivos móveis para fazer compras ou pagamentos online;
  • 74% dos lojistas brasileiros entrevistados garantiram que têm versão otimizada (responsiva) de suas lojas online para smartphones;
  • Em relação ao tíquete médio do comprador online brasileiro, ele gasta em torno de R$ 503 por mês em compras via celular;
  • 60% dos consumidores brasileiros dizem pagar contas ou fazer compras online via celular pelo menos uma vez por semana;
  • 44% das vendas online dos comerciantes entrevistados se dão por meio de dispositivos móveis;
  • 43% dos consumidores entrevistados no Brasil disseram ter feito compras online por meio de redes sociais nos seis meses que antecederam a pesquisa realizada pela Ipsos;
  • 52% dos lojistas nacionais entrevistados garantiram já estar vendendo produtos e serviços via redes sociais;
  • 94% dos m-consumers (consumidores que compram pelo smartphone) brasileiros pagam contas ou fazem compras via aplicativos instalados em seus celulares. Destes, 47% garantem usar os aplicativos pelo menos uma vez por semana;
  • Mais da metade (51%) dos internautas brasileiros respondeu que fazem compras online internacionais via dispositivo móvel que esta é uma modalidade comum de compras;
  • 74% dos lojistas entrevistados se dizem integrados ao comércio internacional e já venderam online, via smartphone, para consumidores de outros países;
  • Segundo os lojistas online brasileiros, 48% do volume de suas vendas vêm de clientes internacionais – que compram online via dispositivos móveis;
  • 54% dos consumidores brasileiros preferem comprar produtos ou serviços e pagar contas via smartphones – média muito maior que a global, que é de 43%;
  • 74% dos lojistas online brasileiros têm sites responsivos (que se adaptam às telas de smartphones) e adaptados para a experiência de compra móvel – a média global é de 63%;
  • Dentre os quase 26% de lojistas que ainda não estão prontos para o comércio via smartphones, 40% garantem que a otimização de seus e-commerces é a prioridade para os próximos 12 meses;
  • 92% dos consumidores brasileiros compram online, contra 95% da média global;
  • 60% dos brasileiros compram ou fazem pagamentos online pelo menos uma vez por semana, contra uma média global de 48%;
  • 66% dos compradores brasileiros navegam pela internet em seus smartphones à procura de produtos ou serviços pelo menos uma vez por dia, contra uma média global de 56%;
  • 70% dos consumidores brasileiros pesquisados da geração Millennial buscam produtos ou serviços por meio de seus smartphones pelo menos uma vez por dia;
  • 47% dos brasileiros pesquisados pela Ipsos costumam fazer compras online por dispositivos móveis quando estão na cama, antes de dormir;
  • 17% dos brasileiros pesquisados que fazem parte da geração Millennial preferem comprar online via smartphone quando estão nas lojas. • Ainda em relação à geração Millennial brasileira, 20% dos pesquisados pela Ipsos garantem que fazem compras online via smartphone principalmente quando saem com os amigos.

E você? Curte fazer compras ou pagamentos pelo smartphone? Deixe sua opinião nos comentários!

Sobre o Autor

Paulo Carmino