Tecnologia

Qual é o melhor assistente virtual?

Escrito por Paulo Carmino

Alexa, Siri e Google Assistente são os principais assistentes virtuais do mercado. Confira neste comparativo o que cada um oferece, seus diferenciais, os positivos e negativos

Alexa, Siri e Google Assistente agora fazem parte da sua família. Os assistentes virtuais têm se tornado braço direito dos usuários “humanos”. Eles são úteis para fazer ligações, enviar mensagens, ler notícias, ouvir músicas, agendar tarefas e muito mais. 

Além de encontrá-los em alto-falantes inteligentes, esses sistemas estão em smartphones, tablets, televisores, fones de ouvido e até em eletrodomésticos. 

Mas, afinal, qual é a diferença entre a Alexa, a Siri e o Google Assistente e qual irá atender suas necessidades? Nós do Showmetech preparamos um comparativo com os três principais sistemas disponíveis no Brasil. Confira abaixo as principais características e diferenciais de cada sistema. 

Siri

A Siri, da Apple, é a assistente virtual mais antiga do mercado

A Siri é a assistente virtual mais antigo do mercado. A Apple adquiriu o sistema em 28 de abril de 2010 e um ano depois ela começou a funcionar de forma restrita no iOS. Assim como seus concorrentes, a Siri é capaz de executar tarefas do cotidiano e extrair informações dos serviços da Apple, permitindo experiências mais personalizadas. 

Utilize a Siri para abrir aplicativos, fazer ligações, enviar mensagens para seus contatos, adicionar lembretes, ativar alarmes, pesquisar informações na internet e controlar dispositivos domésticos inteligentes (compatíveis). 

A Siri é muito conhecida pelo seu jeito “engraçado” de interagir. Ela conta piadas, canta e, às vezes, chega a ser até um pouco grossa. Você pode fazer perguntas como: “Siri, o que você está vestindo?”, “Siri, faça um beatbox para mim?”. Ao perguntar: “O que você acha do Google Assistente?” Ela responde: “Eu não tenho nada contra assistentes prestativos”. Fofa, não? 

A Siri é muito conhecida por ser engraçada; ela canta, faz beatbox e muito mais
A Siri é muito conhecida por ser engraçada; ela canta, faz beatbox e muito mais

Brincadeiras à parte, existem algumas ressalvas a serem consideradas. A Siri é uma assistente restrita apenas aos sistemas operacionais da Apple, ou seja, iOS (iPhone), iPadOS (iPad), macOS (MacBooks e iMacs), watchOS (Apple Watch), além dos AirPods, HomePod e nos automóveis que possuem Apple CarPlay, ela Siri está presente. 

Para acioná-la, basta dizer “Hey, Siri” ou “E aí, Siri”. Se preferir, você ainda consegue chamá-la através do botão home nos iPhone anteriores ao iPhone X. Para tal, basta pressionar e segurar o botão por alguns segundos. Usuários de iPhone X, iPhone XR, iPhone XS, iPhone XS Max ou iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max devem pressionar o botão lateral do aparelho. 

Prós e contras da Siri 

Prós

  • Fácil de usar;
  • Funciona no Apple CarPlay
  • Pode ativar funções como o modo de baixa energia, não perturbe, lê e envia mensagens por comando de voz, dentre outros; 
  • Reconhece músicas através do comando “Siri, descubra essa música”;
  • Adiciona e sugere data e hora de lembretes;
  • Capacidade de reconhecer vários idiomas: português, inglês (dos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Índia, Reino Unido, Nova Zelândia e Austrália), espanhol, alemão, italiano, francês, coreano, japonês, russo, tailandês, mandarim, cantonês, sueco, dinamarquês, holandês, norueguês e turco.

Contras

  • Funciona apenas no ecossistema Apple
  • A Siri, às vezes, não consegue entender acentos ou modulações de voz;  
  • Não funciona sem conexão ativa à internet, você precisa do Wi-Fi ou dos dados do celular. 

Google Assistente

O Google Assistente é um dos sistemas mais completos do mercado por ter por trás todo o poder de pesquisa do Google
O Google Assistente é um dos sistemas mais completos do mercado por ter por trás todo o poder de pesquisa do Google

O Google Assistente (ou Google Assistant, em inglês) é um dos sistemas mais integrados e avançados do mercado. Lançado em 2016, ele é um dos calouros deste comparativo. 

O Assistant nasceu como uma extensão Google Now. Primeiro, estava presente em smartphones Google Pixel e no alto-falante inteligente Google Home / Nest Mini. Agora é possível encontrá-lo em dispositivos Android, Android TV, Nvidia Shield e smartwatches Wear OS. Além desses, o Google Assistente é integrado com fones de ouvido (como o JBL Everest 710GA), Lava e Seca (LG AI DD) e em carros por meio do Android Auto

Com o Google Assistente, você controla seus dispositivos e deixa sua casa inteligente, muda suas músicas, agenda compromissos e envia mensagens, faz reserva em restaurantes, checar= a previsão do tempo, notícias, lê notificações, abre aplicativos no seu smartphone, acessa informações de seus calendários e outras informações pessoais, reproduz conteúdo no Chromecast e muito mais. 

Google Nest Mini que possui o Google Assistente integrado
Google Nest Mini que possui o Google Assistente integrado

A parceria com outras empresas é um ponto positivo neste sistema. O assistente do Google pode ser utilizado em aparelhos: LG, Logitech, Samsung SmartThings, TP-Link, Philips Hue, iRobot, Honeywell, WeMo e Osram. O usuário também pode acompanhar sua entrega feita no iFood, por exemplo, além de ver o status de uma entrega no Magazine Luiza, pedir para assistir filmes e séries na Netflix ou ouvir as principais notícias do dia na Folha de S.Paulo

Similar a Siri, para chamar o Google Assistente, basta usar poucas palavras: “OK, Google” ou “Ei, Google”. Entre os comandos de voz existem as opções: “Qual a previsão do tempo em São Paulo?”, “Qual o restaurante mais próximo de casa?”, “Ligar para Fulano”, “Lembrar de comprar o presente da minha mãe semana que vem”. Comandos divertidos também fazem parte da “personalidade” do Google Assistente. Ao perguntar: “quantos anos você tem?”, ela retorna com a resposta: “Fui lançada em 2016, ainda sou bem jovem” e acrescenta um emoji de bebê. 

Em uma sala, quando você fala com o Google Assistente e há outra pessoa conversando no mesmo ambiente, ele pode coletar as duas conversas e não ser tão assertivo. 

Prós e contras do Google Assistente 

Prós

  • Funciona tanto com sistema Android como iOS;
  • Funciona no Android Auto;
  • É capaz de identificar diferentes vozes; 
  • Mesmo falando baixo “OK, Google”, ele consegue entender o usuário; 
  • É um dispositivo que entrega mais respostas por voz; 
  • É integrado com a casa e seus gadgets.  

Contras:

  • Em ambientes onde há mais pessoas falando, ele pode coletar várias conversas, gerando confusão nas respostas. 

Amazon Alexa

Alexa é a assistente da Amazon. Com ela, você pode deixar toda casa conectada
Alexa é a assistente da Amazon. Com ela, você pode deixar toda casa conectada

O Alexa, da Amazon, vem se tornando cada vez mais popular entre os assistentes virtuais. Muito desse sucesso vem dos dispositivos Echo. A Alexa chegou ao mundo em 2014 junto dos alto-falantes inteligentes da empresa. 

A Alexa é similar ao Google Assistente, ela pode lhe ajudar na execução de tarefas, controla dispositivos domésticos inteligentes que sejam compatíveis, executa contadores, alarmes e lembretes, pode controlar suas músicas, faz pesquisas na internet e lê notícias. Além disso, a Alexa pode reproduzir conteúdo em um dispositivo Amazon Fire. O sistema se destaca e diferencia dos outros por ser mais um amigo do usuário e não necessariamente um robô. 

Para ativá-la, basta dizer “Alexa” e falar o que ela deve fazer ou perguntar coisas como: “Alexa, quais são as notícias?”, “Alexa, qual é a previsão do tempo no Rio de Janeiro?”, “Alexa, onde estão meus pedidos?” ou “Alexa, ligue para a mamãe”, “Alexa, me acorde amanhã às 6 da manhã”, “Alexa, toque Taylor Swift da Amazon Music”, “Alexa, coloque ‘levar o cachorro para passear’ na minha lista de tarefas”. 

Embora seja completo, a Alexa perde ponto no quesito privacidade/segurança
Embora seja completo, a Alexa perde ponto no quesito privacidade/segurança

Comandos de privacidades também estão disponíveis. São eles: “Alexa, apague tudo o que eu disse hoje”, “Alexa, fale o que você ouviu”, “Alexa, apague o que eu acabei de falar” e outros. 

A Alexa trabalha com vários skills (“habilidades”, em tradução livre). Com ela, você pode pedir um Uber, ouvir sua rádio preferida por intermédio do TuneIn, ouvir músicas e podcasts no Spotify, verificar o nível de combustível e bateria da sua BMW, ligar e desligar a luz Philips Hue de um cômodo e muito mais. 

Além ser “amiga” do usuário, a Alexa executa atividades sem você usar as mãos, o que é muito bom. Por exemplo, é possível pedir para ela mudar de música enquanto você lava a louça. O mesmo pode ser feito para acender ou apagar a luz de um ambiente da casa. Assim como faz a família Lyon (por voz), em Years and Years (série da HBO), através de um Amazon Echo Show, é possível realizar videochamadas com seus familiares que possuem dispositivos compatíveis com o Echo

Como seus principais concorrentes, a assistente virtual da Amazon contém comandos engraçados; ela até canta (de verdade!). 

Entre os contras deste sistema, está, em primeiro lugar, as questões de privacidade. A própria empresa admitiu que guarda conversas dos usuários

Prós e contras da Alexa 

Prós

  • Amigo do usuário;
  • É o melhor sistema de inteligência artificial para uso doméstico;
  • Emparelhamento de Bluetooth sem falhas; 
  • Integrado com diversos sistemas como Amazon Prime, Uber, portais de notícias e outros;
  • Utilização apenas por voz. 

Contras

  • Privacidade; 
  • Pessoas de fora da sua casa podem ter acesso às suas conversas do Echo (sem uma senha, por exemplo). 

Conclusão 

Dizer qual é o melhor entre Siri, Alexa e Google Assistente é complexo, mas os diferenciais de cada um podem dizer qual o ideal para você
Dizer qual é o melhor entre Siri, Alexa e Google Assistente é complexo, mas os diferenciais de cada um podem dizer qual o ideal para você

Siri, Google Assistente e Amazon Alexa são os principais assistentes virtuais do mercado. Mas além desses, existem outros, como o Microsoft Cortana e Bixby, da Samsung. Escolher o melhor entre os três principais não é lá uma tarefa fácil. Afinal, cada um possui seus pontos positivos, negativos e funções que diferenciam entre si. 

A Siri é um sistema muito inteligente, divertida e permite que você fale de maneira natural. A cada atualização ela vai ficando mais inteligente. Usar a Siri também é muito fácil. Com o Siri Shortcuts, você ainda pode executar tarefas diárias com mais agilidade no smartphone. Entretanto, perde muito por estar apenas em aparelhos da marca.

Já o Google Assistente conversa, de fato, com o usuário e isso é muito interessante. Ele é capaz de fazer diversas consultas graças ao poder de pesquisa do Google por trás do assistente. Para quem usa com frequência outros serviços da empresa (Gmail, Google Maps, YouTube, G Suit), esse sistema é ideal, ainda mais pelo fato de ser compatível com iOS e Android, diferentemente da Siri

A Alexa, por sua vez, não chega ser tão dinâmica como o Google Assistente, mas para quem curte ter a “casa conectada”, essa assistente é ótima, bem como para quem utiliza outros serviços da empresa, como o Amazon Prime. De modo geral, a Alexa é uma amiga virtual para lhe ajudar no dia a dia. Ela é seu braço direito. Mas perde, porém, no quesito segurança e privacidade. 

Com essas particularidades, podemos concluir que, se você busca pelo mais inteligente, o Google Assistente é uma opção interessante; se quer o mais integrado, considere a Alexa. Se você é usuário assíduo de produtos Apple, vá de Siri, e se preza pelo humor, ela também ganha nesse quesito.

Qual assistente virtual mais despertou a sua curiosidade? E você já utiliza alguma dessas? Conte as suas impressões aqui abaixo nos comentários. 

Sobre o Autor

Paulo Carmino