Geek

Próximos Grand Theft Auto e Red Dead podem ser jogos mais curtos

Escrito por Paulo Carmino

Os próximos jogos das séries Grand Theft Auto e Red Dead Redemption podem ser mais curtos e menores em escopo, de acordo com o presidente da Take-Two Interactive, Strauss Zelnick.

Até hoje, Grand Theft Auto e Red Dead Redemption renderam jogos grandiosos em todos os sentidos, com mapas enormes, longas histórias, centenas de personagens e conteúdo que pode facilmente ocupar os jogadores por mais de cem horas. Mas essas características podem não fazer mais sentido no atual contexto, em que os jogos de maior sucesso são aqueles constantemente atualizados com DLCs e que conseguiram um público cativo.

Em outras palavras, os desenvolvedores não precisam mais se preocupar em criar uma enormidade de conteúdo para o lançamento e podem preferir adicionar o conteúdo aos poucos, permitindo assim mais agilidade no lançamento e engajamento prolongado do público.

“É possível que os jogos sejam um pouco mais curtos do que em certos casos”, comentou Zelnick ao site GamesIndustry. “É possível que a capacidade de fornecer conteúdo de forma contínua por um longo tempo após um lançamento inicial de um hit signifique que, talvez, esse lançamento inicial não seja tão longo em termos de número de horas de jogo como anteriormente era exigido em um mundo onde isso era tudo que você iria receber”.

O CEO da Take-Two explicou que gostaria de preencher as lacunas entre os lançamentos maiores. Uma das maneiras de fazer isso seria aumentar as equipes de desenvolvimento, mas uma solução mais econômica e sensata pode ser tornar os jogos um pouco mais curtos e lançar mais conteúdo com o tempo.

A ideia de Zelnick faz sentido quando se lembra que esta geração passou sem um Grand Theft Auto original, mas Grand Theft Auto V, que foi lançado na geração do PS3 e Xbox 360, acabou se transformando em um novo jogo no PS4 e Xbox One graças à infinidade de conteúdos extras que ele recebeu.

Um novo Red Dead Redemption não deve aparecer tão cedo, mas é possível que Grand Theft Auto VI seja lançado mais cedo na próxima geração, talvez como um jogo não tão grandioso, e seja abastecido com novos conteúdos pelos próximos sete anos ou mais.

Sobre o Autor

Paulo Carmino