Meio Ambiente

População afirma que está disposta a separar o lixo em casa

A menos de dois anos do prazo final para a implementação da coleta seletiva de resíduos sólidos em todo o País, apenas 35% da população são atendidos pelo serviço. Destes, só na metade dos casos a coleta é feita pelas prefeituras.

A menos de dois anos do prazo final para a implementação da coleta seletiva de resíduos sólidos em todo o País, apenas 35% da população são atendidos pelo serviço. Destes, só na metade dos casos a coleta é feita pelas prefeituras. Entre a parcela que não é atendida, a maioria – 85% – está disposta a separar o lixo em casa se o serviço for oferecido.

Os dados estão em pesquisa inédita feita pelo Ibope para o Programa Água Brasil. O estudo será divulgado em coletiva de imprensa na próxima quarta-feira (28), às 9h30, no Expo Center Norte, onde se realiza a Expocatadores 2012, organizada pelo Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR).

O Programa Água Brasil, concebido pelo Banco do Brasil é desenvolvido em parceria com a Fundação Banco do Brasil, a organização ambientalista WWF-Brasil e Agência Nacional de Águas (ANA), atua para ajudar prefeituras a incorporarem a agenda da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Para fomentar práticas sustentáveis no campo e na cidade, essas instituições firmaram parceria e atuam em todos os biomas e regiões geográficas brasileiras, desenvolvendo modelos a serem replicados pelo país. No meio urbano, a iniciativa visa disseminar e melhorar a coleta seletiva e a reciclagem de resíduos sólidos, diminuindo os impactos sobre a natureza e gerando trabalho e renda para catadores de materiais e pequenos e médios empreendedores.

A iniciativa também estimula a mudança de valores e comportamentos, incentivando o consumo responsável. No meio rural, os parceiros desenvolvem ações em 14 microbacias hidrográficas, disseminando o uso de boas práticas agrícolas e de proteção das nascentes de água, visando a produção rural mais saudável para agricultores e consumidores. A iniciativa realiza, ainda, ações visando aprofundar critérios ambientais nas operações bancárias. São desenvolvidos estudos para mitigação de riscos e incentivo ao financiamento de negócios sustentáveis.