Decoração & Design

População usa caixas de madeira para reconstruir praça na Nova Zelândia

Depois de ser devastada por terremotos, Christchurch ganha espaço público sustentável financiado pelos próprios moradores

Caixas de madeira usadas foram reaproveitadas para reerguer uma praça em Chirstchurch, cidade da Nova Zelândia abalada por terremotos entre 2010 e 2011. Construído por designers, empresas e, principalmente, com a participação dos próprios moradores, o local é utilizado para a população promover eventos e debater importantes temas ligados à sustentabilidade, marca registrada das obras de reconstrução da cidade neozelandesa.

O Pallet Pavilion foi organizado pela Gap Filler – órgão responsável pela reconstrução de áreas atingidas pelos terremotos que abalaram a cidade – e reuniu mais de 250 pessoas para construir a praça, além do apoio de 50 empresas. Com o objetivo de provocar o menor impacto ambiental possível, mais de três mil caixas de madeira foram reaproveitadas na obra, que levou pouco menos de dois meses para ser concluída.

No início, a ideia era fazer com que a praça Pallet Pavilion fosse um projeto experimental, mas a população se mobilizou para deixar o espaço na rua por tempo indeterminado. Assim, por meio de uma campanha de financiamento coletivo, foram angariados mais de R$ 170 mil reais em recursos para manter o projeto em atividade. Além disso, as caixas de madeira são “patrocinadas” pela população – cada doador tem seu nome pintado em uma determinada caixa.

A praça fica localizada no centro da cidade e as atividades realizadas no local são organizadas pela própria comunidade. O Pallet Pavilion tem sinal wi-fi e um bar. Na agenda, constam exibições de filmes, oficinas para crianças, apresentações musicais e feiras de trocas de objetos. Com informações do Greensavers.

 

Redação CicloVivo