Tecnologia

Os erros mais comuns ao criar uma senha na internet

Os brasileiros se preocupam tanto com possíveis hackers mas não prestam atenção na criação de uma senha segura para suas contas; confira os erros mais comuns

O excesso de tempo que passamos conectados gera o contexto perfeito para a proliferação de crimes cibernéticos, como a coleta de dados não autorizada ou mesmo o roubo de senhas. Ainda que já existam mecanismos específicos que visam a segurança do usuário, a exemplo da Lei de Proteção de Dados, é importante que este tome certos cuidados para evitar possíveis erros ao navegar na internet.

Isso porque, não raramente, a invasão de contas se dá pela má escolha do usuário ao definir suas senhas. É curioso como, às vezes, nos preocupamos tanto com possíveis hackers ou passamos horas pesquisando se determinado site é confiável ou não, hábito comum entre quem busca por cassinos online seguros ou deseja realizar compras online, mas esquecemos que o primeiro passo em direção a uma maior segurança no ambiente virtual é a escolha de um código seguro.

A maioria dos brasileiros utilizam a mesma combinação em diversas contas (Imagem/Reprodução: Deposit Photos)

De acordo com uma pesquisa realizada pela Avast no Brasil, que entrevistou 1.375 usuários, aproximadamente 95% dos brasileiros não utilizam números, caracteres especiais ou a alternância entre letras maiúsculas e minúsculas ao criar senhas. Além disso, as senhas dos brasileiros possuem, em geral, menos de dez caracteres.

Outro dado revelado pela pesquisa é que a maioria dos brasileiros (51%) utilizam a mesma combinação em diversas contas. As justificativas por trás dessa prática nada segura estão relacionadas ao fato de eles acreditarem que não são capazes de memorizar códigos diferentes (52%), por acharem que não possuem informações valiosas em suas contas (22%) e que são preguiçosos demais para alterar as sequências atuais (12%).

Erros mais comuns

Erros mais comuns ao criar uma senha na internet
As pessoas tem o costume de colocar sequências numéricas fáceis (Imagem/Reprodução: Deposit Photos)

O erro mais comum ao criar uma senha é utilizar alguma informação que você acredita que lembrará mais facilmente, como algum dado pessoal ou mesmo alguma palavra aleatória, porém simples, a exemplo de “sucesso”, muito utilizada por brasileiros. Nesses casos, o risco de que seu código seja descoberta por alguém mal-intencionado é imensa.

Abaixo, é possível conferir alguns dos erros mais comuns cometidos por brasileiros ao escolherem suas senhas:

  • Seu nome ou o nome de um membro da família (23%);
  • Seu aniversário (14%);
  • Palavras relacionadas ao seu hobby (9%);
  • O nome do seu animal de estimação (8%);
  • O nome do seu livro ou filme favorito (6%);
  • Nomes de celebridades (5%);
  • O nome do site, no qual usa a senha (4%);
  • Dados do endereço residencial (3%).

Mudança de senhas

A melhor dica é criar uma senha com números, letras e símbolos
A melhor dica é criar uma combinação com números, letras e símbolos (Imagem/Reprodução: Deposit Photos)

Ainda de acordo com a pesquisa realizada pela Avast, 21% dos entrevistados só alteram suas senhas após serem vítimas de algum tipo de violação em suas contas, enquanto 23% nunca sequer chegaram a mudá-las.

Do outro lado da balança, 25% dos usuários relataram que possuem o hábito de alterá-la uma vez ao ano, 14% o fazem a cada seis meses e 17% mudam a cada três meses ou menos.

Dicas

São muitas as dicas para se criar uma senha segura. Para ajudá-lo, listamos abaixo algumas delas, fornecidas pelo especialista em segurança da Avast, Luis Corrons.

  • Quando possível, criar combinações com pelo menos 16 caracteres ou mais;
  • Incluir números e caracteres especiais;
  • Os dados escolhidos para sua senha não devem estar relacionados a você ou ao serviço que está sendo protegido com ela;
  • Vincule palavras aleatórias, tornando as senhas com pelo menos 16 caracteres mais fáceis de lembrar;
  • Utilizar um gerenciador de senhas é a melhor opção. Diversos aplicativos, tanto para Android como para iPhone, realizam essa organização.

Quais critérios você usa para criar suas senhas? Deixe nos comentários e ajude nossos leitores.